Xiaomi é lider de mercado na China em wearables graças à Mi Band

António Guimarães
Comentar

Os números não mentem: um relatório da firma IDC indica que a Xiaomi possui 21.9% da quota de mercado de wearables (smartbands, smartwatches, auriculares) na China. Esta liderança deve-se ao sucesso massivo da sua smartband, cuja versão Mi Band 4 foi lançada recentemente.

Sabe tudo sobre a Xiaomi Mi Band 4

De 2018 para 2019, a Xiaomi testemunhou um crescimento de 34% na produção de wearables. Em relação às vendas, a Xiaomi teve um volume de vendas 84% superior ao ano passado.

O relatório indica ainda as 5 maiores marcas na China a vender wearables e as respetivas fatias de mercado.

  • Xiaomi - 21.9%
  • Huawei - 18.5%
  • Apple - 10.2%
  • BBK - 7.4%
  • Wuzhou Wireless - 2.5%

Ver a Apple em terceiro lugar não é surpresa. Afinal, a marca tem vindo a perder vendas devido à competição agressiva do mercado chinês. No entanto, os seus AirPods ainda são bastante populares em território asiático.

Apesar do segundo lugar, a Huawei teve um crescimento anual superior

A Xiaomi está neste momento no topo mas isso pode mudar em breve. O relatório da IDC indicou um crescimento monstruoso por parte da Huawei em 214%. Na China, ambas as empresas estão em competição feroz pelo mercado através das marcas e sub-marcas Redmi e Honor.

A Huawei compete diretamente com a Xiaomi nas smartbands com a sua Honor Band 4. No segmento mais premium temos o relógio Watch GT e a smartband de conversação TalkBand B5. Ambos os modelos extremamente populares na China.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.