Windows 10 - Microsoft trará novidade muito bem-vinda ao Windows Defender

Pedro Henrique
Microsoft Windows 10
Microsoft Windows 10

A Microsoft tem trazido inúmeras novidades ao Windows 10, tornando-o cada vez melhor a nível de recursos e funcionalidades. Contudo, a gigante norte-americana não quererá para por aí, pelo que o Windows Defender é o próximo a se alvo de uma nova feature.

De facto, o Windows Defender é o primeiro antivírus que se poderá usufruir num PC com o mais recente sistema operativo da empresa de Redmond. É ele que, ao ligar-se o computador ou tablet, terá em consideração toda e qualquer ameaça - até que o dispositivo seja desligado.

Vê ainda: Suits. Mike e Rachel deixarão a série e Harvey ganhará nova companheira

No entanto, embora seja repleto de capacidades, o Windows Defender não é, de todo, a fonte de proteção mais usada na maioria dos PCs que circulam à nossa volta. Em vez disso, os utilizadores dão preferência a programas e aplicações de terceiros, que terão as suas vantagens é certo, mas também várias desvantagens.

Windows Defender é o melhor antivírus para o Windows 10 da Microsoft!

Uma delas, por exemplo, tem que ver com a contínua tentativa de propor aos utilizadores a compra dos serviços dessas aplicações. Isto porque, em grande parte dos casos, as versões instaladas são aquelas que são gratuitas e que terão sempre um ou mais recursos super importantes que só podem ser utilizados com a versão paga.

Bem, o objetivo que a Microsoft definiu foi o de, através do Windows Defender, impedir que aplicações como essas se tornem maçadoras para os utilizadores. Por outro lado, ainda mais importante, a mesma pretende que todo o tipo de aplicações deste género deixe de importunar o público que utiliza a plataforma.

Ao que parece, a Microsoft parece querer acabar com aquilo que apelida como "unwanted software", notificando e removendo o mesmo dos computadores e tablets com Windows 10. É bom perceber que a empresa norte-americana quererá resolver um problema que se pode observar em várias aplicações para o seu software há muitos anos.

A remoção de tais aplicações do alcance dos consumidores começará já no próximo dia 1 de março. Veremos até que ponto terá o impacto requerido.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Galaxy com ecrã deslizante? Patente revela os seus segredos

Android Go. Sucessor do Nokia 2 já recebeu aprovação da FCC

24 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Fonte

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.