Computadores com Windows 10 ARM e Snapdragon 835 chegam em breve

Carlos Oliveira
Windows 10 ARM Snapdragon 835
Windows 10 ARM poderá chegar com Snapdragon 835

A Microsoft e a Qualcomm celebraram recentemente uma parceria que traria os processadores Snapdragon a dispositivos com Windows 10. Esta parceria muda o paradigma do setor informático atual, permitindo assim que o SO da Microsoft corra em processadores de arquitetura ARM, como por exemplo o Snapdragon 835.

Aquando desta novidade, especulou-se que poderíamos vir a ser brindados com smartphones a correr uma versão completa do Windows 10. A verdade é que tal nunca virá a acontecer, algo que já foi confirmado pela própria Microsoft.

Vê ainda: Conseguirá o Xiaomi Mi Mix 2 ter tanto sucesso quanto o seu antecessor?

Ao invés, o que irá resultar desta parceria são precisamente novos computadores. No entanto, estes, em vez de utilizarem um processador da Intel, por exemplo, serão suportados por um processador Snapdragon.

Windows 10 Cloud

O primeiro PC a correr uma versão normal do Windows 10 com um Snapdragon 835, um processador ARM, deverá chegar ainda este ano. A informação que está a ser veiculada pelo site Windows Latest veio diretamente da americana Qualcomm.

Esta afirma que o primeiro PC fruto da sua parceria com a Microsoft será apresentado no último trimestre deste ano. Inicialmente especulado para ser apresentado na IFA 2017, a verdade é que o mesmo não estará disponível para compra nesta época de regresso às aulas. Provavelmente ainda virá a tempo do Natal.

Os benefícios de um PC Windows 10 com um Snapdragon 835

Já foi deixado claro que este novo PC não irá correr o Windows 10 S, mas sim o Windows 10 normal. Isto significa que será possível correr qualquer tipo de aplicação nestes novos PC´s, graças a um modo de emulação x86 nativamente incluído.

Computadores com processadores ARM tendem a ser mais eficientes, mas com grande poder de processamento

Com a inclusão de um Snapdragon 835 neste novo PC, o mesmo primará pelo seu baixo consumo, poder de processamento, conectividade LTE e ainda portabilidade. Estando este processador integrado na motherboard destes computadores, os mesmos conseguirão uma autonomia até 50% superior à de um PC com um processador X86.

Já no que toca aos consumos de energia em stand-by, este tipo de processador permite períodos até cinco vezes superiores. Mesmo assim, aplicações de redes sociais e de e-mail serão capazes de notificar o utilizador assim que se justificar.

Ficamos agora a aguardar a chegada destes novos computadores. Será importante perceber se o desempenho dos mesmos será vantajoso face ao que conhecemos hoje em dia e em especial qual o seu preço de venda.

Outros assuntos relevantes:

Apple iPhone 8 permitirá acesso à Siri através do seu botão power

Samsung Galaxy J7+ é oficial! A câmara dupla chega aos gama de entrada

Comic Con Portugal irá para Lisboa já no próximo ano

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.