Wiko Ufeel Prime, Ufeel Fab e Freddy anunciados oficialmente na IFA

Filipe Alves

Estamos em altura de feira internacional, isto significa que as novidades não param. A Huawei desvendou os Agarra já o teu Vernee Apollo Lite por menos de 200€

Agora é a vez da empresa Francesa que tem mostrado saber revelar-se no mercado Português revelar as cartas debaixo da manga.

O Wiko Ufeel Prime, Ufeel Fab e Wiko Freddy são os terminais apresentados oficialmente pela Wiko e parecem bastante interessantes para combaterem na fasquia dos gama-média.

Olhando primeiramente para o Wiko Ufeel Prime, o dispositivo mostra-nos um ecrã de 5" polegadas FHD, processador Qualcomm (sem informações do modelo até ao momento), uns brutos 4GB de memória RAM, câmara traseira de 14MP e frontal de 8MP ambas com LED flash.

O terminal, tal como todos os outros, oferecem-nos a atualização Android 6.0 Marshmallow, algo que deverá fazer milagres no que toca à autonomia.

Olhando para o modelo Wiko Ufeel Fab vemos um dispositivo muito idêntico ao irmão mais pequeno no design mas que baixa nas especificações para um processador Quad-Core a correr 1.3GHz (sem informação concreta de qual), 16GB de memória RAM, 2GB de RAM e uma bateria de 4000 mAh que deverão dar ao ecrã de 5.5" polegadas HD capacidade de aguentar dois dias de utilização.

Para terminar o vendaval de smartphones, a empresa Francesa desvendou também o Wiko Freddy, mas sobre este pequeno as informações continuam escassas no que toca a especificações em detalhe.

Já solicitamos à Wiko os pormenores das especificações por isso fica atento aqui à 4gnews que mal saibamos serás o primeiro a ter os detalhes!

Talvez queiras ver:

  • iPhone 7: Tudo o que precisas de saber antes de comprar
  • Samsung Gear S3: a opinião de um “viciado” em Relógios
  • Renders do iPhone 7 Plus “Piano Black” conquistam qualquer um
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.