WhatsApp vai encurtar o tempo de autodestruição das tuas mensagens

Carlos Oliveira
Comentar

Com os utilizadores cada vez mais preocupados com a privacidade das suas comunicações, as plataformas de troca de mensagens têm melhorado as suas políticas neste departamento. E o WhatsApp prepara uma funcionalidade ideal para estes utilizadores.

WhatsApp vai implementar mensagens que se autodestroem em 24 horas

De acordo com o que avança a plataforma WABetainfo, o WhatsApp quer implementar uma funcionalidade para autodestruir mensagens em apenas 24 horas. Esta será certamente uma novidade que irá agradar a todos os utilizadores desta plataforma.

WhatsApp is testing the ability to set messages to disappear after 24 hours.

— WABetaInfo (@WABetaInfo) 6 de março de 2021

Até agora, o WhatsApp destrói correspondência automaticamente passados 7 dias. Ainda assim, este período pode parecer uma eternidade para os mais preocupados com a privacidade das suas mensagens.

Uma vez ativada a opção para o desaparecimento de mensagens, toda a correspondência que faças através do WhatsApp irá desaparecer em 24 horas. Isto obrigará também a que os teus contactos estejam mais atentos àquilo que lhes envies.

Tal como é avançado pela fonte, esta novidade está ainda em fase de testes. Ainda não está garantida que a novidade venha a ser disponibilizada a todos os utilizadores, mas seria muito interessante que assim fosse.

Esta novidade irá aproximar o WhatsApp dos seus principais concorrentes. No caso do Telegram ou do Signal, os utilizadores têm o poder de definir durante quanto tempo as suas mensagens estarão visíveis aos seus contactos.

Ademais, essas plataformas apenas disponibilizam este tipo de medidas em conversações entre duas pessoas. No que concerne ao WhatsApp, ainda não sabemos em que moldes irá funcionar a autodestriução de mensagens.

WhatsApp tem sido bastante criticado nas últimas semanas

Tudo começou quando a plataforma detida pelo grupo Facebook deu a conhecer os novos Termos e Condições. Nesse documento, o WhatsApp revelaria uma nova política de partilha de informação dos utilizadores entre as várias plataformas detidas pela empresa de Mark Zuckerberg.

Muitas foram as vozes que se insurgiram contra o futuro tratamento dos dados pela plataforma, obrigando-a inclusive a adiar a sua implementação. Desde então, o WhatsApp tem-se desdobrado em esforços para recuperar a confiança dos seus utilizadores.

Ainda assim, o mal está feito e verificou-se um êxodo de milhares de utilizadores para os seus diretos concorrentes. O WhatsApp espera que com a panóplia de novidades que está prestes a implementar na aplicação consiga recuperar o seu público.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.