Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Vivo dominou o mercado de smartphones da China no Q1 de 2022

Rui Bacelar
Comentar

A China é o maior mercado mundial de smartphones, palco vibrante de inovações tecnológicas e acirrada competição. Atualmente, entre as principais fabricantes mundiais, a Vivo, OPPO, Apple, Honor e Xiaomi disputam os primeiros lugares, mas a liderança pertence em exclusivo à gigante Vivo.

Esta grande fabricante entrou recentemente no mercado português de modo oficial e promete replicar algumas das fórmulas de sucesso no seu país natal, também em Portugal. Agora, contudo, atentamos nos dados avançados pela agência de análise de mercado, a Counterpoint Research.

Vivo supera todas as rivais no grande mercado da China

Vivo Counterpoint Research

Em primeiro lugar, de acordo com o Monthly Market Pulse Service da Counterpoint Research, observamos uma tendência de queda no mercado de smartphones na China no primeiro trimestre de 2022. Não obstante, a vivo ficou em primeiro lugar com uma quota de mercado líder de 20%.

Segundo a agência de análise de mercado a posição durante o trimestre foi impulsionada pelo feedback positivo do mercado da sua gama de produtos. Incluindo aqui a série S de smartphones, recentemente lançada, bem como a série Y.

vivo V23 5G
O smartphone vivo V23 5G custa desde 499 € na Amazon.ES

Desse modo, com dispositivos inteligentes e serviços inteligentes como o seu core, a vivo manteve uma presença forte. Aliás, de acordo com a Counterpoint Research, a vivo liderou o mercado de smartphones da China em 2021 com uma quota de mercado de 22%.

Entretanto, com a expansão global, a partir de agora, a vivo ramificou a sua rede de vendas em mais de 60 países e regiões e é seguida por mais de 400 milhões de utilizadores em todo o mundo.

OPPO em segundo lugar, seguida pela Apple

A tecnológica OPPO deteve 18% da quota de mercado durante o primeiro trimestre do ano. Imediatamente em terceiro lugar surge a Apple com 17,9% de quota de mercado. Em quarto lugar temos a Honor com 16,9%, a marca revelação no mercado chinês.

Por outro lado, a Xiaomi em quinto lugar detém perto de 15% de quota de mercado, apesar de ter contraído ligeiramente de ano para ano. Ainda assim, vemos a hecatombe da Huawei que perdeu grande parte da sua representação, ao passo que a Realme denota sinais de crescimento gradual.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com