União Europeia está a investigar Amazon por práticas anti-concorrência

António Guimarães
Comentar

De acordo com uma agência em Hong Kong, a Amazon está a ser investigada pela União Europeia. A UE não facilita a operação das empresas no território europeu, com alegações de práticas de monopólio, no caso da Amazon.

Assim sendo, a UE afirma que a Amazon coleciona dados de outros retalhistas na sua plataforma com intenção de aumentar as suas vendas. O Amazon permite a retalhistas independentes que vendam os seus produtos na plataforma.

A Amazon é acusada de usar dados de forma a prejudicar a concorrência

Segundo a diretora responsável pela investigação Margrethe Vestager, a Amazon utiliza os dados recolhidos para perceber quais são os produtos mais comprados ou mais populares.

Posteriormente, essa informação é utilizada para direcionar os clientes a produtos vendidos diretamente pelo Amazon, prejudicando os outros vendedores. Para já, esta acusação é uma especulação. A investigação da UE pretende tirar essa dúvida de uma vez por todas.

A União Europeia tem vindo a multar empresas americanas nos últimos tempos

Tanto o Facebook como o Google tem vindo a ser alvo de acusações e multas por parte da União Europeia. As empresas operam em território europeu mas não da mesma forma que na América.

A Google, por exemplo, já foi multada várias vezes com totais de 6 mil milhõe de dólares nos últimos dois anos. As acusações baseiam-se na utilização do sistema Android para promover o próprio sistema operativo e o Google AdSense.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.