Um em cada cinco jovens adultos nos EUA usam smartphone durante o sexo

Filipe Alves

casal smartohone

(Este artigo é duplicado devido a problemas no servidor)

Nos dias de hoje nós, os seres humanos, utilizamos a tecnologia em quase todos os momentos do nosso dia a dia. Há pessoas que

utilizam smartphones e tablets no WC, já vi pessoas a correrem na passadeira com o tablet à frente a ver séries, de tudo um pouco. Bem, sendo honesto eu também uso o smartphone quando vou ao ginásio mas isso só porque não é grande motivação ver pessoas suadas a correr à minha frente.

Uma sondagem feita em 2013 (infelizmente não fazem estes estudos todos os anos, devem ter vergonha de perguntar) indica que, nos EUA, um em cada dez utilizadores de smartphone admitiu utilizar o aparelho durante actividades íntimas. Jovens adultos dos 18 aos 34 anos, mais especificamente, gostam de “terminar” com os terminais, se me faço entender. Já um em cada cinco admitiu utilizar o smartphone durante a atividade sexual.

“As pessoas olham para os smartphones como uma extensão de si próprios. Logo, levam-os para todo o lado.” – Marc Barach, Diretor de Marketing.

No entanto 12% das pessoas sondadas acreditam que a utilização de smartphones prejudica as relações. Mas 12% não é uma estatística muito animadora. Além disso, Marc Barach indica também que 30% dos participantes admitiram espiar os aparelhos dos outros por razões de confiança e privacidade. Como se já não bastasse a tecnologia estar presente em quase todos os aspetos da nossa vida, há pessoas que ainda a levam para a cama.

Eu não sou expert em sexo mas de todos os aparelhos eletrónicos que se pode usar durante a atividade sexual, o smartphone não é um deles. O que acham?

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.