Uber suspende viagens partilhadas nos Estados Unidos e Canadá

António Guimarães
Comentar

A Uber, à semelhança de outras empresas, está a aplicar medidas preventivas contra o Coronavírus. A mais recente é a suspensão de viagens partilhadas, nos Estados Unidos e Canadá.

A decisão foi avançada pela Reuters e pela Uber no Twitter. Utilizadores nestes países deixarão de ter ativa a opção de partilha nas viagens. Embora partilhar viagens poupe dinheiro, é um risco de contágio enorme ter várias pessoas no carro.

À medida que o Coronavírus continua a alastrar-se pelos Estados Unidos, a Uber faz o que pode. O seu vice-presidente, Andrew Macdonald afirma que a empresa está a esforçar-se para "parar o avanço da doença nas cidades onde a Uber opera".

Para já, esta medida só será implementada nos Estados Unidos e Canadá. Contudo, a empresa afirma estar a analisar os outros mercados para perceber se é necessário fazer o mesmo. Era preferível.

Concorrência não tomou as mesmas medidas

Uma das apps concorrentes ao Uber, Lyft, não tomou as mesmas medidas. A aplicação continua a oferecer a opção de partilhar viagens. Neste caso, as empresas de transporte privado deviam tomar o exemplo da Uber.

Considerando o tamanho da população nos Estados Unidos, o simples ato de partilhar uma viagem de carro pode aumentar o risco de contágio da doença. A verdade é que todo o cuidado é pouco nesta altura complicada da nossa sociedade.

Editores 4gnews recomendam:

  • Amazon está desesperada! 100 mil vagas de emprego abertas por causa do Coronavírus
  • Como desinfetar o telemóvel, tablet ou computador. As recomendações de Apple e Samsung
  • Volkswagen prepara um novo carro elétrico com preço bem apelativo
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.