Uber está novamente a testar carros autónomos

António Guimarães
Comentar

O serviço de transportes privados Uber voltou a testar carros autónomos na cidade de São Francisco. A empresa regressou à prática em estradas públicas dois anos após um dos seus carros autónomos ter vitimado um pedestre em Arizona.

A empresa irá dar início a testes limitados em São Francisco, com apenas dois carros, do modelo Volvo XC90. Os testes serão efetuados apenas durante o dia, em estradas públicas, com cada carro sendo tripulado por um motoristas especializado em segurança.

drfgfs
Frota de carros autónomos do Uber

O Uber recebeu permissão do Departamento de Veículos a Motor (O IMT dos Estados Unidos) da Califórnia. Foi dito pela empresa que não tinha planos de testar carros autónomos logo de imediato quando receberam a autorização em fevereiro. Agora em março, o Uber já começou a testar a tecnologia.

Um porta-voz do Uber declarou que a empresa está ansiosa por testar a tecnologia de carros autónomos, que pode revolucionar o transporte privado. Além de São Francisco, este programa de carros autónomos também será testado em Dallas, Pittsburgh e Washington D.C.

Acidente trágico obrigou a Uber a parar testes

Em 2018, o Uber estava a testar um dos seus veículos autónomos num subúrbio em Phoenix, Arizona. Um dos carros acabou por atropelar e matar uma pedestre. O carro estava em modo autónomo com um motorista de segurança, mas isso não impediu o acidente.

A pedestre, de nome Elaine Herzberg, foi a primeira vítima de um carro autónomo registada. Na altura, o Washington Post comparou a sua morte à de Bridge Driscoll, a primeira fatalidade causada por um automóvel, em 1896, no Reino Unido.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.