Twitch começa a banir streamers acusados de assédio e ofensas

António Guimarães
Comentar

Recentemente, várias alegadas vítimas de assédio sexual ou ofensas criaram uma lista de streamers e entregaram-na ao Twitch. Esta lista inclui o nome de vários streamers cuja conduta na plataforma tem sido tudo menos exemplar. O Twitch finalmente respondeu, ao analisar as alegações.

No Twitter, a plataforma avisou que após alguma investigação, irão começar a tomar ação em relação aos streamers abusivos. Isto inclui suspensões permanentes de utilização da popular plataforma de transmissão. A lista foi composta por vários streamers anónimos e publicado pela popular JessyQuil.

#TwitchBlackout foi a resposta da comunidade

Em resposta a toda esta controvérsia, os utilizadores do Twitch, bem como alguns streamers fizeram o que se faz hoje em dia para protestar: criaram uma "hashtag". De nome TwitchBlackout, esta visa deixar de transmitir no Twitch durante um dia como forma de protesto.

Infelizmente, nem todos os streamers estão de acordo pois este movimento causou alguns conflitos, internamente. Alguns streamers afirmam que deixar de utilizar a plataforma não é uma forma válida de protesto. Outros, preferem utilizar o Twitch para transmitir e abordar os tópicos controversos.

Editores 4gnews recomendam:

  • Tesla: dos 0 aos 100 km/h em 1.1 segundos? Vídeo mostra-te como será!

  • Elon Musk procura voluntários para testar a sua nova internet da Starlink! Inscreve-te aqui

  • Pokémon Unite apresentado para a NIntendo Switch, Android e iOS. Conhece os detalhes

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.