Tecnologia de taxa de atualização da Samsung pode aparecer em mais smartphones!

António Guimarães
Comentar

A Samsung anunciou recentemente que vai começar a vender a tecnologia de ecrã encontrada no Galaxy Note 20 Ultra. Dado o aumento no lançamento de equipamentos com taxas de atualização acima dos 60Hz, esta decisão faz todo o sentido.

O Galaxy Note 20 Ultra destaca-se pela taxa de atualização que se adapta ao conteúdo mostrado no ecrã. Na verdade, este é o primeiro smartphone a fazê-lo, confirmou o XDA Developers, que partilhou a funcionalidaden o Twitter.

No caso do Galaxy Note 20 Ultra, em texto o ecrã mantém-se nos 1-11Hz, em multimédia fica a 24-60Hz, e em jogos vai até aos 120Hz, dependendo se o jogo suporta essa taxa.

The Samsung Galaxy Note 20 Ultra and Z Fold 2 are the first smartphones with high refresh rate OLED displays that support adaptively changing the refresh rate.Samsung hasn't really mentioned this much but they do tell you if you ask, as they told @TheTechChap.

— Mishaal Rahman (@MishaalRahman) 9 de agosto de 2020

Taxa de atualização que se adapta ajuda a poupar bateria

Para que o ecrã tenha a taxa de atualização adaptativa, o processador necessita de ajustar a sua velocidade no momento. Dito isto, numa frequência baixa, o processador não precisa de consumir energia, poupando inevitavelmente bateria.

Assim sendo, esta é a forma mais inteligente de aplicar um ecrã com taxa de atualização adaptativa. Ao ser a primeira a lançar a tecnologia, a Samsung vai garantir parcerias com outras empresas, mesmo que sejam suas concorrentes.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.