Tablets: Lenovo e Huawei registam o maior crescimento do mercado

António Guimarães
Comentar

A Canalys, empresa de estudo de mercado, publicou os resultados de quota de mercado do segundo trimestre de 2020 (Q2), em tablets. Embora não ocupem o primeiro ou segundo lugar, a Huawei e Lenovo foram as marcas que mais registaram crescimento anual, face ao período homólogo de 2019.

dfdssd
As principais marcas de tablets. Fonte: Canalys

Começando pela Lenovo, a mesma teve um crescimento anual de 52.9%. Já a Huawei registou 44.5% de crescimento anual. No geral, o mercado dos tablets cresceu em 26.1%, onde a Canalys atribui este crescimento à pandemia mundial, que fez muitos utilizadores recorrer à tecnologia.

Seja para entretenimento, escola ou teletrabalho, os tablets estão a voltar a ficar populares. As marcas também merecem algum mérito por tentar trazer esta categoria de equipamentos de volta à ribalta. A Huawei e Samsung tem apresentado dispositivos muito interessantes como os MatePad e Tab S.

Temos também a Amazon, que continua a conquistar mercado através dos seus Amazon Kindle. Estes são os leitores de livros eletrónicos, que ainda mantém uma base de utilizadores saudável.

Apple continua a dominar o mercado

Como esperado, a Apple continua a dominar o mercado dos tablets, com 38% de quota de mercado. Os iPads continuam a ser a escolha de muitos utilizadores e não só os que possuem iPhones. Nos últimos anos, graças ao iPad Pro, os tablets da Apple tornaram-se uma referência em produtividade.

Este ano, o iPad Pro elevou a fasquia em relação à performance de um tablet. Adicionalmente, com as atualizações do iPadOS (iOS para iPad), os equipamento estão a ficar cada vez melhores.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.