comscore comscore
Home Destaque

O que é o Sync.ME? Estará a nossa privacidade em perigo?

A Sync.ME é a app (ou plataforma) mais popular, de um leque crescente de ofertas que prometem uma série de funcionalidades complementares à nossa lista de contactos.

Permitem, por exemplo, a associação de fotos de perfil a partir de diversas redes sociais, preenchimento de diversos de detalhes para cada registo e inclusivamente lembretes para aniversários, com a possibilidade de personalização de cartões, que podemos posteriormente enviar ao aniversariante.

Mas como é frequente nestes serviços, é necessário perceber bem como tudo funciona, e de que forma podemos estar a expor informação sensível de forma inadvertida.

Sync.ME, para que serve?

A Sync.ME é uma Caller ID app. O propósito principal é a identificação de chamadas, através da recolha de dados a partir das redes sociais, como Facebook ou LinkedIn.

O conceito é simples. Instalamos a app no nosso smartphone, e em seguida ela começa a indexar os nossos contactos e a cruzar a informação com as nossas redes sociais, de forma a completar as informações.

Após essa operação, a Sync.Me adiciona as seguintes funcionalidades ao nosso dialer:

  • Identificação de chamadas e SMS (números desconhecidos)
  • Classificação de chamadas como SPAM (útil para os insistentes do Telemarketing)
  • Sincronização com redes sociais (incluindo foto de perfil)
  • Blacklist de contactos
  • Lembrete de aniversários com cartões personalizados

Adicionalmente, a empresa Israelita possibilita também a associação da localização geográfica ao perfil do contacto, sendo também possível a pesquisa via browser, não sendo por isso necessário ser utilizador da app.

Preocupações com a privacidade na Sync.ME

Esta mecânica de crowdsourcing, ou contribuição coletiva, torna todo o processo bastante fidedigno e garante que certas funcionalidades tenham realmente um impacto positivo.

Os resultados de barrar ou bloquear um número, são efetivamente funcionais, pois é o feedback de um grupo alargado de utilizadores que permite a correta identificação de um determinado contacto.

No entanto, levantam-se várias questões relacionadas com a privacidade, especialmente se considerarmos a informação anterior de que, qualquer pessoa com acesso à internet, terá ao seu dispor uma lista telefónica, plenamente identificada, de utilizadores que nem sequer usam o serviço.

O grupo de trabalho constituído pela Comissão Europeia para o Artigo 29 (que mais tarde daria lugar à legislação entretanto implementada como Regulamento Geral de Proteção de Dados), enviou uma carta expressando diversas preocupações com o tratamento de dados de terceiros, apesar da Sync.ME LTD. ser uma empresa sediada em Tel Aviv e, como tal, não pertencer ao grupo dos Estados Membros.

Na Internet, nós somos o produto

Sendo verdade que a Sync.Me pode proporcionar um leque bastante atrativo de informações para as nossas chamadas e SMS, é igualmente verídico que o seu modelo de negócio assenta na partilha de informações sensíveis para muitos.

Sendo nós o produto de pesquisas em torno do qual gira o serviço, continuará o mesmo a ser interessante, quando nos apercebemos (porque, sejamos sinceros, ninguém lê as condições de utilização e os termos do serviço) da quantidade e especificidade dos dados pessoais que são partilhados?

Como desativar a Sync.ME e remover o nossos ME Card

Se a resposta à questão anterior foi não, é possível solicitar a remoção dos dados, das pesquisas com o nosso número. Basta aceder ao endereço https://sync.me/optout/ e preencher o formulário:

Sugerimos a utilização de um email falso (segundo apuramos não há lugar a qualquer tipo de validação ou confirmação que implique uma conta funcional), para evitar adicionar mais um elemento de identificação ao sistema.

Convém ainda aceder às diversas redes sociais, onde a Sync.ME recolhe os dados para cruzamento, e anular a associação da mesma à plataforma.

No caso do Facebook, por exemplo, encontramos esse espaço na área das Definições > Apps e sites:

No caso de termos a aplicação instalada no smartphone, é necessário primeiro eliminar o nosso ME Card, caso contrário a informação recolhida manter-se-á na rede.

Para tal devemos aceder ao menu de Settings > Reset > Delete Account. Em seguida basta seguir o procedimento habitual para desinstalar uma app.

É ainda importante relembrar que não estamos “a salvo”, pois basta um alguém nosso conhecido use a Sync.ME para que o nosso número e mais informações acabem reveladas novamente, mas pelo menos assim sabemos que tomamos medidas para não sermos nós a fazê-lo, inclusivamente com mais detalhe e pormenor.

Preocupado com a forma como os teus dados partilhados pelo Facebook? Vê como eliminar a tua conta de Facebook.

Load"" nos finais dos anos 80 foi como tudo começou. Depois foi basicamente apanhar a onda e não mais largar as tecnologias. Smartphones, notebooks, gadgets, desenvolvimento, esports. Até alguma electrónica. Profissionalmente ou por mera curiosidade, as TIs são algo quase simbiótico.