Surface Duo 2 deve chegar ao fim do ano com três importantes upgrades

Paulo Montenegro
Comentar

O Surface Duo 2 deve ser oficializado até o final de 2021 mas, até então, a Microsoft tem guardado segredo sobre as especificações e funções do smartphone.

Contudo, informações publicadas pelo Windows Central sugerem que o dispositivo, chamado internamente de Zeta, deve corrigir três grandes problemas do antecessor.

Processador atualizado, uma nova câmara e NFC

Um deles está relacionado ao processador – quando o Surface Duo foi lançado em 2020 ele trouxe o Snapdragon 855, uma plataforma que, apesar de topo de gama, já estava desatualizada para a época.

Surface Duo

O novo modelo já embarcaria ou o Snapdragon 888, ou a variante Plus da plataforma de processamento móvel, que deve ser anunciada até o fim do ano pela Qualcomm.

Melhorias para as câmaras (incluindo um novo sensor na traseira) também são esperadas, pois, o primeiro Surface Duo trouxe apenas um sensor único de 11 megapíxeis para selfies.

Outra adição esperada para o sucessor do Surface Duo é a presença da tecnologia NFC, que habilita pagamentos por aproximação e diversas outras funções para os mais variados cenários de uso.

A forte concorrência pode tornar preço o mais acessível

A Microsoft deve aprimorar as câmaras do Surface Duo 2 especialmente para competir com o vindouro Galaxy Z Fold 3, vendo que a Samsung já vem há algum tempo roubando a cena no nicho de smartphones dobráveis.

Investidas da Xiaomi com o Mi Mix Fold e do Google com o Pixel Fold prometem aquecer o mercado de telemóveis dobráveis, ainda que os citados tragam uma proposta ligeiramente diferente nos ecrãs.

Rumores sugerem que o Surface Duo 2 será apresentado oficialmente em outubro trazendo uma esperada redução no preço, pois a primeira versão chegou às lojas por proibitivos US$ 1.400 (~1.149€.)

Em termos de design, aparentemente a Microsoft vai manter aquilo que já conhecemos no Surface Duo de primeira geração – o formato "livro" – portanto, não espere muitas mudanças.

Editores 4gnews recomendam: