Suposto Nokia Pixel é na realidade uma versão alterada do Nokia X2

Carlos Oliveira

A Nokia estará de regresso ao mundo dos smartphones já no próximo ano de 2017 e isso tem deixado toda a comunidade tecnológica em pulgas para ver o que virá. Os atuais rumores afirmam que a empresa Finlandesa regressará ao mercado com um teste de benchmark a um novo equipamento da Nokia que era tido como o futuro gama baixa da marca a chegar em breve ao mercado. Denominado de Nokia Pixel, acontece que na realidade este equipamento não existe e o que vimos foi uma versão modificada do Nokia X2.

Com efeito, os rumores que correram nos últimos dias fazem então alusão a uma versão alterada do tal Nokia X2, que desta feita corre o novo Android Nougat graças a uma ROM de terceiros.

Como podes ver pela imagem imediatamente acima, as especificações de ambos os equipamentos são muito idênticas, sendo as principais diferenças notadas na versão do Android que ambos correm e na designação do equipamento, que foi propositadamente alterada por alguém.

Para os que não sabem ou não se recordam, o Nokia X2 (o que aparece na imagem no topo deste artigo) foi apresentado ao mundo em 2014, quando ainda era a Microsoft que comandava os destinos da Nokia neste setor. Trata-se de um equipamento que corre realmente Android, mas numa versão bastante alterada pela Microsoft.

Isto não significa que a hipótese da Nokia em lançar para o mercado um smartphone Android de gama baixo tenha sido completamente afastada. Tal pode mesmo vir a suceder-se no futuro mas não será o Nokia Pixel esse equipamento pelo qual muitos ansiaram.

Talvez queiras ver:

Smartphones Nexus receberão o Android 7.1.1 Nougat já em dezembro

Custo de produção do Galaxy S8 deverá aumentar mas o preço de venda manter-se-á

O McDonald’s como tu o conheces poderá mudar em breve

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.