Sony revela a sua estratégia mobile e os países que vai 'abandonar'

António Guimarães
Comentar

A Sony teve recentemente uma reunião estratégica para definir os planos para o futuro da empresa, mais especificamente, a divisão mobile. A Sony fundiu recentemente a sua divisão de telemóveis com as de TV, áudio e câmara de forma a reduzir custos.

A estratégia parece passar por enaltecer e aumentar o reconhecimento de marca noutros setores como gaming e televisões. A Sony espera que esse destaque aumente eventualmente o interesse em smartphones, como o recente Xperia 1.

sony mobile plans

Contudo, a estratégia passa também por reduzir o foco em mobile em certas partes do mundo. A imagem mostra-nos que a Sony vai reduzir drasticamente os seus esforços em tudo o que não for Europa e Japão.

Canadá, América do Sul, México, Austrália, Índia e o Médio-Oriente estão fora da estratégia mobile da Sony. De facto, são mercados com marcas de telemóveis já estabelecidas, representando uma concorrência demasiado forte atualmente, para a Sony.

Com esta estratégia, talvez a Sony possa ser relevante novamente

Não sendo analista de mercado, não posso afirmar se é demasiado tarde para a Sony ou não. No entanto, finalmente a empresa tomou uma posição e reconheceu o fracasso da sua divisão de telemóveis nos últimos anos.

A Sony já foi uma jogadora de peso no mercado dos telemóveis mas estagnou no tempo com os seus designs e preços. Com o crescimento dos smartphones e as mudanças constantes em designs e funções, as empresas tem de se adaptar para sobreviver.

Com esta estratégia, a Sony pretende tornar a divisão de telemóveis rentável até ao primeiro ano fiscal de 2020. Não será tarefa fácil, principalmente com o mercado europeu dominado por Samsung, Apple, Huawei e Xiaomi no mercado online.

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.