Sony regista o pior trimestre em vendas de telemóveis de sempre!

António Guimarães
1 comentário

O departamento de telemóveis da Sony tem vindo a sofrer grandes baixas nos últimos anos. À semelhança da LG e HTC, a empresa simplesmente não consegue acompanhar o mercado atual, apesar de continuar a oferecer equipamentos de excelência.

A gigante japonesa revelou os números relativos às vendas do último trimestre de 2019, correspondente ao meses abril, maio e junho. A empresa vendeu apenas 600 mil equipamentos, menos 1 milhão que o ano passado, registando um crescimento anual bastante negativo.

Em perspetiva, marcas como Xiaomi e Huawei tem tido desempenhos explosivos em comparação com a Sony. Por volta desta altura em 2018, a Xiaomi vendeu 600 mil unidades do Redmi Note 6 pro na Índia, durante uma venda surpresa. A venda durou apenas alguns minutos.

A Sony tem de se atualizar se quer vender

Este ano a Sony lançou os Xperia 5 e o Xperia 1 Professional Edition mas tirando isso, não adicionou mais ao seu catálogo em 2019. O mercado atual de telemóveis condicionado a bastantes lançamentos, tanto que temos telemóveis novos a serem lançados quase mensalmente por diversas marcas.

A Sony provavelmente prefere manter o seu foco em menos equipamentos com melhor qualidade, um método com qual eu concordo. No entanto, não será isso que lhes irá trazer vendas. O espectro dos telemóveis mudou bastante desde que a Sony dominava o mercado.

Os consumidores atuais procuram agressivamente uma relação de qualidade e preço. Testemunha disso é o sucesso dos telemóveis média gama e a conquista dos mercados emergentes asiáticos como a Índia. A Xiaomi e Realme tem esses mercados na mão graças aos seus equipamentos com preços baixos e especificações interessantes.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.