Snapdragon 888: o milagre para fotografia e vídeo nos smartphones

Rui Bacelar
Comentar

Contamos com grandes melhorias no desempenho das câmaras fotográficas nos smartphones Android de próxima geração que utilizem a plataforma Snapdragon 888 da Qualcomm. O salto geracional será considerável e trará grandes benefícios para o utilizador.

A velocidade nas tarefas e aplicações será igualmente notória, mas é na fotografia computacional que nos concentraremos nesta exposição. De acordo com a Qualcomm, o novo processador de sinal de imagem - ISP - fará toda a diferença.

A fotografia computacional com o Snapdragon 888

O novo SoC (System-on-a-Chip) adiciona um terceiro chip, ou módulo de processamento que dá aos smartphones topo de gama a possibilidade de gerir três sinais (feeds) de vídeo em simultâneo, todos na resolução máxima Ultra-HD ou 4K com HDR.

Ao mesmo tempo, para fotografia o novo chip utiliza agora a inteligência artificial (IA) para auxiliar no processo de focagem das imagens e ajuste do brilho / exposição nas captações. As revelações foram feitas por Judd Heape, vice-presidente de gestão de produto na norte-americana Qualcomm.

As capacidades do processador para captação de imagem e vídeo foram divulgadas durante o evento de apresentação do novo chip, a grande contribuição da Qualcomm para manter o mercado Android competitivo e os utilizadores interessados.

A competição será, sobretudo, com os Apple iPhone e o processador A14 Bionic, também construído com a litografia de 5 nanómetros, o padrão mais avançado até à data.

A fotografia é uma das prioridades para os utilizadores

A fotografia e o vídeo são dois dos principais pontos de venda nos smartphones topo de gama. Para as fabricantes, o setor fotográfico é um dos pontos onde se têm feito maiores inovações e introduzido novas funções. Para o utilizador, são novas ferramentas de criação de conteúdo bastante apreciadas e utilizadas na vida real.

Por outras palavras, o argumento fotográfico é o principal ponto de venda de novos smartphones, convencendo os utilizadores a trocar periodicamente os respetivos dispositivos. Ciente deste facto, a Qualcomm introduziu o novo chip Spectra 580.

Na prática, os smartphones com o processador Snapdragon 888 conseguirão lidar com mais processos em simultâneo, processando até 2,7 mil milhões de pixeis por segundo. Isto consiste num grande salto e incremento para a fotografia computacional.

A captação de vídeo no novo Snapdragon 888

Um dos trunfos do novo SoC é a possibilidade de captar e processar vídeo oriundo de três fontes em simultâneo. Algo que tirará proveito das câmaras padrão, ultra grande-angular e telefoto que se tornaram populares nos smartphones em 2020.

Garantindo este suporte, as fabricantes poderão agora cogitar e desenvolver novas aplicações para esta possibilidade. O que daqui resultará é, para já, total incógnita, mas contamos com novas ferramentas criativas para os utilizadores.

A corrida ao SoC da Qualcomm está lançada

A Qualcomm produz chips, componentes e semi-condutores, não smartphones. Portanto, compete agora às principais fabricantes como a Samsung, Xiaomi, LG, Sony, Google e demais OEMs tirarem proveito do novo processador para mobile.

Note-se que as melhorias vão além do processamento de imagem, passando também e sobretudo pelo 5G. Com o mais recente modem da Qualcomm a garantir suporte alargado às redes 5G, com menor consumo energético.

Por fim, não sabemos ainda exatamente quão rápido será o processador nos smartphones de próxima geração. Aí sim, teremos margem de comparação fiável com a oferta da Apple e o seu A14 Bionic.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.