Snapdragon 835
O Snapdragon 835 é o novo chipset de topo da Qualcomm

Nos últimos tempos o novo processador topo de gama da Qualcomm, o Snapdragon 835, tem sido bastante falado. Por um lado por, previsivelmente, vir a equipar dois novos smartphones topo de gama como o Samsung Galaxy S8 (nos EUA) e o Xiaomi Mi6. Por outro lado, pela procura deste produto não estar a ser acompanhada pela oferta, o que tem levado a alguma discussão sobre quais os dispositivos que o irão receber.

Este novo chipset de oito núcleos representará o melhor que a Qualcomm terá para oferecer em 2017, o que poderá levar a algumas dúvidas por parte de quem pretende adquirir um smartphone nos dias de hoje. Será uma melhor opção adquirir um smartphone hoje, com smartphones, como o LG G6, que optaram por integrar um Snapdragon 821, em vez de aguardar pelo novo 835? Ou, dado o upgrade, esta será uma compra mal pensada e que, no longo prazo, não compensará?

Ver ainda: Qualcomm Snapdragon 835 confirmado no Xiaomi Mi6

   

Para começar, há que ter em conta que o Snapdragon 835 será um processador octa-core, enquanto que o 821 é um quad-core. Assim sendo, considerando o número mais elevado de núcleos do 835, este terá, à partida, uma vantagem na performance conjunta de todos os núcleos. Por outro lado, os Kryo da Qualcomm, que integram o 821, são bem customizados pela marca, pelo que a performance single-core deverá não andar longe entre ambos os chipsets.


Pois bem, isto é demonstrado pelos resultados revelados pela GeekBench, onde o novo processador é posto à prova perante não só os seus antecessores Snapdragon 821 (no OnePlus 3T e no Google Pixel) e Snapdragon 820 (Galaxy S7, versão nos EUA) ,mas também perante o Exynos 8890 (Galaxy S7 versão internacional) e também o mais recente Kirin 960 (Huawei P10).

Snapdragon 835

O Snapdragon 835 bate todos os seus concorrentes nos resultados multi-core por boa distância. Apenas nos resultados single-core encontramos o Kirin 960 a aproximar-se, bem como o Snapdragon 821 lá perto.

Também na AnTuTu os resultados demonstram que o novo processador topo de gama é o mais poderoso dos comparados, com apenas o Snapdragon 821, na sua versão standard incorporada no OnePlus 3T a aproximar-se.

Snapdragon 835

No que toca a processamento gráfico, é com naturalidade que se constata, através da GFXBench, que o novo Adreno 540, GPU que completa o chipset do novo 835, trará uma performance melhorada em 25%. Isto, apesar de não representado no gráfico, deverá levar o novo processador Qualcomm para os níveis apresentados pelo A10 Fusion da Apple, que se revelou pela sua excelência no processamento gráfico.

Snapdragon 835

Por último, vem a 3DMark confirmar a superioridade da Adreno 540 no que toca ao processamento gráfico, dominando a concorrência e tendo o seu antecessor como o mais próximo nos resultados.

Snapdragon 835

Relembramos que estes resultados podem não ser definitivos. Para além de o chipset  estar integrado numa plataforma de teste (onde questões relacionadas com temperatura e bateria são irrelevantes) há que aguardar para ver a sua chegada nos novos dispositivos que o acolherem, devendo revelar resultados diferentes (veja-se, a titulo de exemplo, os diferentes resultados do Snapdragon 821 entre o OnePlus 3T e o Google Pixel).

Será o Snadpragon 835 o novo rei dos processadores no mercado mobile? Deixa nos comentários o teu palpite.

Outros temas relevantes: 
Apple: Hackers ameaçam apagar 300 milhões de contas iCloud
Halo Wars 2: Primeira DLC já está disponível para PC e Xbox One
Motorola Moto G5 chegará com nova cor Azul Safira

ViaGSM Arena
FonteAndroid Police
Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.