Smartphones 5G não serão muito mais caros apesar do custo de produção maior

António Guimarães

A entrada do 5G na indústria dos smartphones irá representar um aumento nas receitas nas fabricantes de chips. O banco americano JP Morgan estima que o preço dos chips 5G será o dobro dos que suportam 4G.

Este é um relatório publicado pela JP Morgan com estudos feitos na Coreia do Sul. Os dados indicam que o preço médio dos chips para smartphones 5G terão um custo de 1.85 acima dos actuais smartphones que utilizam tecnologia 4G.

5g smartphones

Nos processadores de banda básica (responsáveis por ligações Wi-Fi e Bluetooth), os valores para adaptação 5G seriam cerca de 55 dólares por unidades. As versões existentes para 4G rondam os 33 dólares.

Os dados detalham ainda os valores em média de cada chip e as suas aplicações. Unidades de memória para equipamentos 5G terão um custo de 85 dólares versus 59 dólares nas suas versões LTE.

Apesar dos custos de produção, smartphones 5G não serão muito mais caros que os 4G

Embora os smartphones com 5G disponíveis no mercado sejam diminutos, já podemos ter uma ideia dos seus valores. Ao contrário do que os consumidores possam pensar, a diferença de valor não parece ser muito grande.

Tomemos como exemplo o Samsung Galaxy S10 5G, a primeira aposta da Samsung na nova tecnologia de dados móveis. Este equipamento terá um preço estimado de 1200 euros e já está a ser vendido na Coreia.

Considerando que o Note 9 e os novos Galaxy S10 4G elevaram a fasquia de preço para os 4 dígitos, não é uma diferença muito grande. O modelo mais caro da gama S10 é o S10+ com 1TB e uma etiqueta de 1679 euros.

s10

Outro exemplo é o Oppo Reno 5G, da fabricante chinesa Oppo. Este é um equipamento que está preparado para a tecnologia 5G e vai ter um valor 'simbólico' de 899 euros. Um valor perfeitamente aceitável para a tecnologia que traz.

Existe ainda o vindouro Xiaomi Mi Mix 3 5G, a Motorola também está a preparar uma aposta e o LG V50 ThinQ. Este modelo é o único além do Galaxy S10 5G que já está à venda no mercado.

Portanto, 2019 é certamente o ano do 5G. Não seria benéfico para as fabricantes aumentarem muito o preço dos smartphones porque se o fizessem iriam afastar o consumidor. Colocar telemóveis 5G na fasquia de preço de um topo de gama típico vai aumentar aceitação por parte do público.

Editores 4gnews recomenda:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.