Samsung vai passar a usar mais cola no fabrico de telemóveis. Entende porquê

António Guimarães
Comentar

A Samsung fechou recentemente um contrato de fornecimento com a Weldbond, uma fabricante de cola e adesivos. Este contrato faz parte de um esforço da fabricante coreana para abandonar a fita-cola de dupla face em favor da cola. Inclusive, os equipamentos da série A e M desde ano já foram fabricados com novos materiais.

A Weldbond é uma empresa cujos produtos foram utilizados em cerca de 500 milhões de telemóveis fabricados na China este ano. Existem várias vantagens em utilizar cola no fabrico de um telemóvel. Em primeiro lugar, a cola pode ser dispensada com bisnagas e não precisa de rolos.

assmbly
Linha de produção da Samsung, com Galaxy Note 9

Em segundo lugar, a fita-cola ocupa mais espaço no corpo do telemóvel, já a cola permite à fabricante fazer escolhas de design mais arrojadas como telemóveis mais finos ou molduras mais reduzidas. Assim sendo, a Samsung está a fazer uma aposta no futuro.

Contudo, é importante salientar: quando se trata de isolar os equipamentos à prova de água, a fita-cola é um material melhor. Seja como for, a utlização de cola tem vindo a aumentar, indicando que as fabricantes conseguem provavelmente isolar os seus equipamentos mesmo sem fita-cola.

Próximos topos de gama da Samsung deverão utilizar cola

Além da linha A e M (lançada maioritariamente na Índia), meios de comunicação coreanos indicam que os próximos Galaxy Note e mesmo a vindoura linha S11 vão utilizar cola no seu fabrico. Os Galaxy S11 serão apresentados nos primeiros meses de 2020, marcando o início da corrida à supremacia no mundo dos smartphones mais uma vez.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.