Samsung Galaxy Z Fold 4 e Galaxy Z Fold 3: as quatro diferenças que os separam

Mónica Marques
Comentar

Conhecemos o Galaxy Fold em 2019, mas desde então o dobrável da Samsung tem passado por diversas atualizações.

Esta semana chegou a quarta geração Fold, que apesar das semelhanças com o modelo anterior, traz consigo várias novidades. De seguida, mostramos-te as quatro diferenças que separam o Galaxy Z Fold 4 do Galaxy Z Fold 3.

1. Design e dimensões

Samsung Galaxy Z Fold 4
Crédito@Samsung

Comecemos pelo design e dimensões. Quanto ao primeiro ponto, a Samsung manteve a “fórmula” que acredita ser vencedora e que funciona ao estilo de livro aberto e fechado.

Mas nas dimensões, a situação é diferente. Uma vez aberto, o Fold 4 tem 155,1 x 130,1 x 6,3 mm de dimensões enquanto que fechado tem 155,1 x 67,1 x 14,2-15,8 mm.

Por sua vez, o Galaxy Z Fold 3 quando aberto regista 158,2 x 128,1 x 6,4 mm e fechado 158,2 x 67,1 x 14,4-16 mm. Como podes constatar, acabas de te deparar com a primeira diferença entre os dois terminais: o Galaxy Z Fold 4 é ligeiramente mais pequeno que o seu antecessor. É igualmente mais leve, uma vez que pesa 263 gramas contra os 271 gramas do Galaxy Z Fold 3.

2. Processador e GPU

Como não podia deixar de ser, a Samsung atualizou o processador, afinal o Galaxy Z Fold 4 é um smartphone direcionado para o segmento premium. Esta é também uma das diferenças mais significativas entre os dois modelos.

O Galaxy Z Fold 3 conta com o processador Snapdragon 888 5G enquanto que o Galaxy Z Fold 4 está equipado com o mais recente chip da Qualcomm, o Snapdragon 8+ Gen 1.

Mas a gigante sul-coreana atualizou também a GPU, sendo que da Adreno 660 passou para a Adreno 670 no modelo que apresentou esta semana. Como resultado, o Galaxy Z Fold 4 terá um desempenho mais rápido, assim como mais eficiente a nível energético.

3. Configuração de câmara traseira

Samsung Galaxy Z Fold 4
Crédito@Samsung

Passemos agora para o painel traseiro, onde encontramos mais uma diferença entre os dois terminais. Recorde-se que o Galaxy Z Fold 3 apresenta uma configuração de câmara traseira com um sensor primário, um sensor ultrawide e um telefoto, todos com uma resolução de 12 megapixéis.

O Galaxy Z Fold 4 apresenta outros argumentos. Chega com um sensor primário de 50 megapixéis, um ultrawide de 12 megapixéis e um telefoto com 10 megapixéis de resolução. Saliente-se que este último apesar de ter menos resolução que o anterior, fornece zoom ótico de 3x enquanto que o sensor telefoto do Fold 3 se fica pelo zoom ótico de 2x.

Na zona frontal, ambas as gerações contam com uma câmara de quatro megapixéis embutida no ecrã e um sensor de 10 megapixéis no ecrã externo.

4. Bateria e carregamento

Neste ponto específico, foram efetuados pequenos ajustes que podem fazer a diferença. Ambos os modelos contam com uma bateria de 4.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 25 watts.

Mas a Samsung fez uns pequenos ajustes para que o Galaxy Z Fold 4 carregue 30% mais rápido que o seu antecessor. Segundo a marca, o modelo consegue carregar 50% da bateria em 30 minutos.

Quanto ao carregamento sem fios, o Galaxy Z Fold 4 fornece 15 watts enquanto que o Galaxy Z Fold 3 se fica pelos 11 watts.

À primeira vista podem parecer demasiado semelhantes, mas na realidade o Galaxy Z Fold 4 veio dar continuidade à aposta da Samsung na evolução do dobráve que, desde 2019 a primeira vez em que foi lançado, trouxe sempre consigo novidades capazes de conquistar os utilizadores adeptos deste tipo de equipamento.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.