Samsung Galaxy S22 Ultra pode superar em vendas o bem-sucedido Galaxy Note

Mónica Marques
Comentar

De acordo com projeções agora divulgadas, o Galaxy S22 Ultra pode ultrapassar as vendas do bem-sucedido e já extinto Galaxy Note.

Ao que tudo indica, o Galaxy S22 Ultra pode alcançar 10,9 milhões de unidades vendidas, tornando-o um dos smartphones mais populares da Samsung.

Samsung Galaxy S22 Ultra é o nova estrela da Samsung e dos utilizadores

Samsung Galaxy S22 Ultra
Samsung Galaxy S22 Ultra poderá vender 10,9 milhões de unidades a nível global Crédito@Samsung

Na semana passada, a Samsung confirmou que o já extinto Galaxy Note, a partir de agora, "viverá sobre a forma do Galaxy S Ultra". Por outras palavras, a gigante sul-coreana não vai lançar mais nenhum modelo Note e a série S Ultra será a sua sucessora.

Olhando para os dois terminais, esta estratégia faz todo o sentido. Afinal a família S Ultra herdou o ecrã enorme e o suporte para caneta digital da bem-amada série Note. Mas agora surgem notícias de que o Galaxy S22 Ultra poderá também substituir o Note nos corações e intenções de compra dos utilizadores.

Segundo o conhecido leaker Ice Universe, a Samsung projeta que as vendas anuais globais do Galaxy S22 Ultra cheguem às 10,9 milhões de unidades. Ora tendo em conta que o Note mais bem-sucedido foi o modelo 8 com 10 milhões de unidades vendidas, durante o primeiro ano, parece que temos um novo favorito entre os utilizadores.

Estas são boas notícias para a gigante sul-coreana, sobretudo tendo em conta que alguns analistas de mercado apontam para uma queda de mais de 7% no segmento de vendas dos smartphones. A confirmar-se esta projeção, a Samsung pode registar números e valores de 2017, época em que este mercado estava no seu melhor pico.

Argumentos do Samsung Galaxy S22 Ultra

Apesar de ter sido lançado já no passado mês de fevereiro, o Galaxy S22 Ultra mantém-se atualizado no que diz respeito às suas especificações que são de topo. O modelo europeu tem no seu interior o chip Exynos 2200, proprietário da marca, emparelhado com de até 12 GB de memória RAM.

Mas talvez um dos seus melhores argumentos seja a ótica incluída. Na configuração de câmara traseira quadrúpla o modelo apresenta um sensor primário de 108 megapixéis, um sensor periscópio de 10 megapixéis, um sensor telefoto também com 10 megapixéis e ainda um ultrawide com 12 megapixéis de resolução.

Saliente-se que os três primeiros sensores contam com estabilização ótica da imagem e que o terminal integra capacidade para gravar vídeo 8K. A câmara frontal, por sua vez, regista 40 megapixéis de resolução e capacidade para gravar vídeo 4K.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.