Samsung Galaxy S21 Ultra é 'massacrado' em teste de resistência

Bruno Coelho
Comentar

Os testes de resistência do canal JerryRigEverything, de Zach Nelson, já se tornaram um verdadeiro clássico quando um novo smartphone importante aparece no mercado. E o mais recente modelo a passar pelas mãos do popular youtuber foi o Samsung Galaxy S21 Ultra.

Como é habitual neste tipo de vídeos, o mais recente topo de gama da Samsung foi simplesmente massacrado. Foi testada a resistência a riscos e a chamas do seu ecrã, mas também foi tida em conta a durabilidade na hora de uma possível dobragem.

Samsung Galaxy S21 Ultra revela-se “sólido que nem uma rocha”

À semelhança do que a Samsung já nos habituou no passado, o Galaxy S21 Ultra revela-se “sólido que nem uma rocha”. Começando pelo ecrã, que conta com Gorilla Glass Victus, risca-se ao nível 6 do teste, com riscos mais pronunciados no nível 7.

As laterais são em alumínio, e o “raspar” do x-ato causa arrepios a qualquer um. Mas nem por isso a moldura do smartphone deixa de se revelar bastante robusta. Esse mesmo material é usado na zona do módulo das câmaras, também sensível a riscos.

O ecrã do Samsung Galaxy S21 Ultra combina finalmente a resolução QuadHD+ com 120Hz de taxa de atualização. E acaba por resistir 45 segundos à chama de um isqueiro. Depois disso, não recuperou. E mesmo com riscos na zona do sensor biométrico, este continua a responder.

De um Samsung não se esperava outra coisa, e o Galaxy S21 não vacilou na hora do teste de dobragem. Quando chega a hora de aconselhar, o youtuber refere o óbvio: é um smartphone interessante, mas não justifica um upgrade para quem tenha o modelo anterior.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.