Samsung Galaxy S21 continua a ignorar nova forma de instalar atualizações no Android

Carlos Oliveira
Comentar

Os Samsung Galaxy S21 são os primeiros grandes topos de gama Android do ano. Este trio quer ser o exemplo a seguir pelas suas rivais, porém, continua a ignorar um método mais confortável de instalar novas atualizações.

Tal como foi apontado pelo editor Brandon Lee, da publicação 9to5 Google, os Samsung Galaxy S21 ainda não instalam atualizações em segundo plano. Ou seja, sempre que uma nova atualização necessita de ser instalada, serás obrigado a reiniciar o dispositivo.

Why is this still a thing? pic.twitter.com/73ktOWwC5q

— M. Brandon Lee | THIS IS TECH TODAY (@thisistechtoday) 24 de janeiro de 2021

Samsung Galaxy S21 continua a não instalar atualizações em segundo plano

A Google modificou os métodos de instalação de novas atualizações no seu sistema operativo com o lançamento do Android Nougat. Disponibilizada em 2016, a partir desta versão passaria a ser possível continuar a utilizar o smartphone enquanto este instala uma atualização.

Embora a possibilidade já esteja disponível há mais de quatro anos, são poucas as marcas que aderiram a ela. A Samsung, com os seus Galaxy S21, é mais um caso da relutância na adoção deste método muito mais cómodo para os utilizadores.

A maioria poderá não ver grandes desvantagens em ter o seu equipamento indisponível durante alguns minutos em razão da instalação de uma atualização. Mas visto que isso é desnecessário, creio que muitos desejariam que isso não fosse impeditivo para o uso do equipamento.

Limitações de memória podem ser razão para a relutância da Samsung

Importa notar que as instalações em segundo plano requerem cerca de 3GB de armazenamento disponível no ato. Isto deve-se à criação de uma segunda partição na qual serão instalados os dados da nova atualização. Uma vez reiniciado o dispositivo, essa passará a ser a partição principal do sistema.

Importa notar que a Samsung ainda não justificou a ausência das atualizações em segundo plano nos seus topos de gama. Porém, o facto de os Galaxy S21 não possuírem expansão de memória por cartão microSD poderá ser desculpa para esta ausência.

Em todo o caso, nada impede a Samsung de habilitar esta funcionalidade no futuro. Só tem de haver vontade da sul-coreana, visto que a opção pode ser facilmente habilitada com uma atualização de software.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.