Samsung Galaxy Fold é dobrado 1000 vezes em 20 minutos e sobrevive

Carlos Oliveira

O Samsung Galaxy Fold tem estado nas bocas do mundo nos últimos dias pelas piores razões. Nesse sentido, o mais recente vídeo do conhecido canal Unbox Therapy é uma lufada de ar fresco para a empresa sul-coreana.

Num simples vídeo, com aproximadamente 20 minutos, vemos o Samsung Galaxy Fold ser dobrado um total de 1000 vezes. Este é talvez o teste de durabilidade ao equipamento mais arrojado dos últimos dias e o resultado final é certamente do agrado da Samsung.

Ao fim de 1000 repetições do processo de abrir e fechar o Samsung Galaxy Fold, podemos ver que o smartphone continua impecável. Numa utilização quotidiana dificilmente o equipamento será submetido a semelhante tortura, portanto, esta acaba por ser uma boa notícia para a Samsung.

Samsung Galaxy Fold sobrevive ao teste de durabilidade do Unbox Therapy

Os testes realizados pela tecnológica sul-coreana sustentam que o Galaxy Fold é capaz de resistir a 200.000 dobras. Basicamente isto resulta numa média de 100 dobras por dia, durante cinco anos. Tendo por base estes números, podemos dizer que o seu mecanismo é bastante duradouro.

Contudo, os recentes relatos mostram-nos que as coisas não são bem assim. Com a chegada das unidades de teste aos mais variados reviweres, vemos que o ecrã do Samsung Galaxy Fold simplesmente partiu ao fim de algumas repetições.

Galaxy Fold

Alguns sustentem que tal poderá ser resultado da remoção de uma camada extra de proteção ao ecrã quando tal não deveria acontecer. Em defesa dos queixosos, estes referem não haver uma clara menção a esse facto da parte da Samsung.

Em todo o caso, os relatos de falhas nos ecrãs do Samsung Galaxy Fold começam a espalhar-se e isso certamente manchará a imagem deste irreverente produto. É por isso que este vídeo do canal Unbox Therapy é a melhor coisa que podia acontecer à Samsung por estes dias.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.