Samsung corrigirá falha no sensor biométrico do galaxy S10 na próxima semana

Carlos Oliveira
Comentar

Depois da descoberta de uma falha de segurança no sensor de impressões digitais do Samsung Galaxy S10, a empresa não tardou a reagir ao sucedido. Em comunicado, a Samsung adianta que uma correção será disponibilizada já na próxima semana.

Em causa está uma falha de segurança que permite que o smartphone consiga ser desbloqueado por qualquer pessoa. Tal sucede apenas caso seja utilizada uma película de proteção para o ecrã no Galaxy S10 ou Note 10.

Galaxy S10

De acordo com a Samsung, tal acontece porque o sensor utilizado consegue reconhecer alguns padrões tridimensionais como impressões digitais. Isto faz com que impressões digitais que não estejam registadas no equipamento tenham autorização de acesso ao mesmo.

Samsung aconselha a remoção de películas de terceiros

Até que a correção em causa seja libertada, a Samsung está a aconselhar todos os seus utilizadores que evitem o uso de películas protetoras desenvolvidas por terceiros. Adicionalmente, a empresa aconselha a que removam todas as impressões digitais memorizadas e que sejam configuradas novas.

A atualização que irá corrigir o problema chegará na próxima semana. O dia em concreto ainda não é conhecido, por isso mantém-te atento às notificações do teu Galaxy S10 ou Galaxy Note 10.

Eis o caso que trouxe o problema para a ordem do dia

Uma utilizadora de nacionalidade britânica noticiou recentemente que o seu Samsung Galaxy S10 conseguia ser desbloqueado pelo seu marido. Este nunca teve nenhuma das suas impressões digitais registadas no equipamento, o que levantou sinais de alarme.

Desde logo se suspeitou que o problema fosse causado pela película do ecrã do smartphone, que foi desenvolvida por terceiros. Agora, a própria Samsung confirma que essa é efetivamente a causa do problema, confirmando-se uma grave falha de segurança no dispositivo da sul-coreana.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.