note-7-4gnews

Quando as notícias à volta de um novo smartphone são em torno possíveis explosões, sabemos que algo aqui não está certo. O Samsung Galaxy Note 7 é um smartphone inacreditável no que toca à construção e design. Referi no Unboxing (que podes ver em baixo) que deveria ser certamente um dos smartphones mais bonitos que já tinha visto e continuo com a mesma ideia.

Mas com os problemas de bateria e combustões de smartphones a Samsung obrigou-se a recolher quase 2 milhões de unidades que já tinham sido vendidas.

   

Vê ainda: Trágico final para o Note 7, o que poderá a Samsung fazer para reverter a situação?

A empresa Sul-Coreana referiu que trocou de fornecedor de baterias e que a situação estaria então resolvida. Espanto do mundo tecnológico quando os smartphones considerados “seguros” para utilização também começaram a “fritar”.

O problema no meio disto tudo é que até ao momento, segundo o NYT, a Samsung continua sem qualquer ideia do que está a fazer os Note 7 entrarem em combustão.

“a Samsung empacotou o smartphone com tanta inovação que o transformou incontrolável” 

A sua equipa de engenheiros continua sem conseguir replicar o problema e os smartphones nas mãos dos especializados da Samsung continuam sem problemas, porém, quando saltam para o mercado decidem apanhar uma “constipação” mortífera.

De acordo com Park Chul-wan, antigo director do Centro para baterias avançadas da Korea Electronics Technology Institute, a Samsung culpabilizou as baterias cedo demais, sem antes dar um olhar mais atento às outras tecnologias. “Penso que não havia problemas com elas (baterias) e não deveriam ter sido culpabilizadas“, referiu ainda ” O Note 7 tinha mais características e complexidade do que qualquer outro smartphone no mercado (…) de forma a se anteciparem ao iPhone, a Samsung empacotou o smartphone com tanta inovação que o transformou incontrolável“.

O Note 7 está oficialmente fora do mercado e se és um dono deste smartphone e zelas pela tua segurança não há nada como devolver o equipamento e te renderes a um s7 edge que continua a ser um excelente smartphone.

O Samsung Galaxy S8 deverá ser apresentado na MWC em fevereiro 2017 e espera-se que o equipamento traga para além de muita inovação, um design totalmente diferente, esperemos que a Samsung veja bem aquilo que é capaz ou não de fazer de forma a não ter um outro flop no mercado.

Talvez queiras ver:

Pré-vendas de HoloLens começam na Europa por 3300€

Dual-camera do Samsung Galaxy S8 poderá ser exclusiva de uma variante com ecrã de 5.5 polegadas

Samsung aumenta a produção do Galaxy S7 para contrariar o fiasco do Note 7

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.