Samsung automatic filter

A Samsung discorda das palavras do popular cantor Agir, “Ela é linda sem makeup” ou, pelo menos, informações recentes afirmam que estão a aplicar filtros nas fotografias frontais sem que seja definido algo para que isso aconteça.

Mel Wells é uma escritora do Reino Unido que, para além das suas dicas saudáveis e de fitness, também é muito popular no Instagram. Contudo, logicamente habituada à sua aparência, percebeu algo diferente quando tirou uma selfie com o seu novo Samsung Galaxy S7: a câmara frontal escondeu todas as suas sardas.

   

Vê também: Homem casou-se com o seu smartphone em Las Vegas
Preços e todas as especificações do Samsung Galaxy S7 edge, Galaxy S7 e Galaxy S6

Mel deu uma olhadela às definições da sua câmara e reparou no filtro Beauty que já vinha ativo por defeito. Apesar dela ter defendido que não há nada de muito grave ao vir este filtro ativo por defeito, esta predefinição pode trazer uma mensagem subentendida. Nas palavras de Mel Wells “significa que todos aqueles que tenham um smartphone Samsung e usam a sua câmara frontal recebem uma mensagem subentendida que diz: Olá, nós somos a Samsung e acreditamos que ficas mais bonita(o) se automaticamente te manipularmos as tuas selfies”.

É certo que o facto deste filtro tentar deixar as pessoas mais bonitas é uma táctica de marketing porque, “os olhos também comem” ou, neste caso, compram. Então, um smartphone “que tira fotos bonitas” é meio caminho andado para ficares inclinado para aquele terminal. Contudo e ainda que a utilização por defeito deste filtro possa ser discutível, deverá a Samsung “mentir” aos seus utilizadores na medida em que mostra ao seu utilizador algo que na verdade não são?

Talvez queiras ver:

Viaandroidauthority
Fontepeople

Estudante de Direito e amante de tecnologia. Tudo o que é inovador na vida atrai-me (menos comida muito “fora do normal”).
No meio tecnológico, aprecio particularmente smartphones, computadores e automóveis.
Integrar a equipa da 4gnews começou por ser um desafio pessoal e agora é um orgulho coletivo.