kirin_950_lte_cat10-170615

A Hisilicon é uma empresa de processadores, pertencente à gigante #chinaaopoder Huawei, e que gradualmente vai ganhando cada vez mais peso, no sector do hardware. E tudo indica não estar conformada com a sua posição no mercado, e para isso, conta apresentar argumentos que irão competir directamente com gigantes do sector, como a Qualcomm, Samsung e Mediatek.

Um notável exemplo de tais planos é a nova SoC Hisilicon Kirin 950, que será o primeiro com Cat. 10 para redes LTE, oferecendo taxas de transferência de dados  até 450 Mbit/s. Curiosamente, a fonte desta informação não foi a fabricante, mas sim a operadora chinesa China Mobile, que está a testar vários dispositivos que suportam este tipo de conectividade.

   

Os actuais Hisilicon Kirin 930 e 940 têm integrado conectividades com Cat.6 e Cat.7, respectivamente, o que os torna numa oferta, menos apelativa em comparação com o Qualcomm Snapdragon 810, que tem Cat.9 para redes LTE. Com a capacidade para redes LTE Cat. 10 a Huawei poderá ter-se antecipado na próxima geração de topo da Qualcomm, falamos do Snapdragon 820.

De acordo com estes rumores, o Hisilicon Kirin 950 inclui quatro núcleos Cortex A53 e quatro Cortex A72, a uma frequência máxima de 2,4 GHz e um processador gráfico que usa a ARM Mali T880. Ainda apresenta memória de 2 canais LPDDR4, MU-MIMO ac Wi-Fi, Bluetooth 4.2 USB 3.0 e NFC, e UFS 2.0/eM 5.1.

Para terminar o Huawei Hisilicon Kirin 950 é construído sobre processo de 16nm da TSMC. Estará disponível no último trimestre deste ano. E o primeiro smartphone que deverá utilizar esta SoC será o Huawei P9, desenvolvido sob o codinome IP03.

Diário 4GNews de hoje:

Talvez queiras ver: