Reino Unido cria lei para pressionar Facebook e Google

António Guimarães

O Facebook e a Google terão de lidar com uma nova lei no Reino Unido em breve. As empresas serão multadas caso não removam rapidamente certos conteúdos nocivos nas respectivas plataformas.

A lei refere-se a conteúdo que incentiva terrorismo, abuso e exploração infantis. Este é mais um exemplo de um governo a cair em cima das empresas de tecnologia, algo que temos visto a acontecer nos últimos meses.

fb

O governo do Reino Unido afirma que o Facebook não é simplesmente um distribuidor de conteúdo mas um 'império de media'. Esta lei pretende que os directores das empresas sejam responsáveis se o conteúdo não for retirado num tempo específico.

Reino Unido está a colocar pressão no Google e Facebook

Estas medidas chegam também para combater desinformação e as chamadas fake news ou possíveis interferências em eleições. Certamente que a aprovação dos Artigos 13 e 11 irão reforçar estas medidas.

Os relatórios indicam que esta pressão por parte do Reino Unido no conteúdo online foi causada pela situação de Molly Russell, uma criança de 14 anos. A jovem suicidou-se em 2017 após alegadamente ver conteúdos relacionados com suícidio na internet.

O ataque terrorista na Nova Zelândia e a sua transmissão também motivou a legislação do Reino Unido a criar uma nova lei. Aparentemente, o governo do Reino Unido não acredita que as empresas façam o suficiente para proteger os seus utilizadores.

zckerber

A nova proposta tem como objectivo proteger os cidadãos do Reino Unido de potencial conteúdo nocivo. Além disso, pretende garantir que as empresas não fogem das suas responsabilidades.

O Facebook não será o único afectado por esta nova lei. Motores de pesquisa como Google e serviços de mensagens online também vão ser regulados pela nova lei.

Em conclusão, podemos interpretar esta lei como uma ferramenta de filtragem para conteúdo nocivo. Contudo, em relação às crianças, essa responsabilidade está nas mãos dos pais, não nas do governo.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.