Redmi Note: gama da Xiaomi ultrapassou 100 milhões de unidades vendidas

António Guimarães
Comentar

A Xiaomi começou a lançar a gama Redmi Note em 2014, ainda antes de arrancar a Redmi como a sua submarca oficial. Hoje a marca comemora um marco histórico: mais de 110 milhões de equipamentos vendidos pertencentes a essa gama.

Os números chegam através da empresa de pesquisa de mercado Canalys, que estimou as vendas conseguidas desde 2014 até ao final de 2019. Desta forma, não há dúvida de que a gama Redmi Note é das mais bem sucedidas da Xiaomi.

WOW! Over 110,000,000+ Redmi Notes have been sold worldwide!🎉Let Mi know if you are part of the Redmi Note family too!❤️ #NoMiWithoutYou #TheLegendContinues pic.twitter.com/p2qMFM45Pe

— Xiaomi (@Xiaomi) 13 de março de 2020

A linha Redmi Note é extremamente popular na Índia

A Canalys revelou alguns detalhes interessantes sobre o desempenho da linha Redmi Note na Índia. Por exemplo, o Redmi Note 4G foi o primeiro telemóvel na Índia abaixo das 10 mil rúpias, ou 120 euros. O mercado indiano é emergente, onde os compradores dão prioridade a equipamentos com excelente relação entre qualidade e preço.

sdfgds

Já o Redmi Note 4 foi o telemóvel mais bem vendido durante todo o ano de 2017, estando no topo durante os trimestres fiscais. No ano a seguir, em 2018, o Redmi Note 5 repetiu a proeza do seu antecessor.

Em 2019, foi impossível não prestar atenção ao Redmi Note 7, considerado o melhor telemóvel "budget" na altura. Com uma câmara principal de 48 MP, especificações medianas e um preço a rondar os 130 euros nas versões mais baratas, não havia dúvida para os consumidores indianos.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.