Redmi Note 9 pode desiludir utilizadores com um pormenor chamado Mediatek

Bruno Coelho
Comentar

A Redmi continua a preparar o lançamento dos seus próximos smartphones de segmento intermediário. Numa altura em que já conhecemos os seus concorrentes da Realme, as opções da Redmi podem vir a desiludir.

Um alegado Redmi Note 9 (sob o nome de código “Xiaomi Merlin”) passou pelo Geekbench 5.1 com aquele que parece ser o processador Mediatek Helio G70. Como seria de esperar, ficou bem aquém da pontuação do modelo Pro, que terá o Qualcomm Snapdragon 720G.

Redmi Note 9
Alegado Redmi Note 9 (Xiaomi Merlan) passou pelo Geekbench

Redmi Note 9 pode ficar aquém do concorrente Realme 6

Para termos uma noção comparativa, o Snapdragon 720G é o processador que vai equipar o Realme 6 Pro. No entanto, o Helio G70 é o processador que equipa o Realme C3, que é destinado ao mercado de entrada.

O Realme 6, que na teoria seria o adversário do Redmi Note 9, chega ao mercado equipado com o Helio G90T, que equipava o Redmi Note 8 Pro. Ainda assim, devemos ter em conta que ainda não está confirmado oficialmente que o Redmi Note 9 vá mesmo chegar com este processador.

Ficaremos desiludidos se o Redmi Note 9 contar com este processador. Por exemplo, o Helio G70 não suporta armazenamento UFS, mas apenas eMMC, que é inferior. Pelo que temos esperança que este possa pelo menos chegar com o mesmo processador do Realme 6.

Esta quinta-feira saberemos se estas e outras informações se confirmam, já que a Redmi vai encabeçar um evento online para apresentar ambos os equipamentos. Veremos se o legado de sucesso desta linha se mantém, ou se será “apanhada na curva” pela Realme.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.