Realme acredita que esta tecnologia fará a diferença em 2023

Rui Bacelar
Comentar

O aprimorar de algo que já temos visto crescer exponencialmente em 2021 e, sobretudo, em 2022. Em causa está o carregamento rápido da bateria dos smartphones como forma de aliviar a preocupação com a bateria e respetiva autonomia do telefone.

De momento, o smartphone com carregamento mais rápido no mercado é o Xiaomi Redmi Note 12 Explorer, uma versão especial do telefone com carga rápida a 210 W de potência. Não obstante, em 2023 a Realme quer popularizar um padrão ainda mais potente.

Carga a 240 W como o "novo normal" nos smartphones Realme

Realme

Conforme as imagens divulgadas recentemente pela empresa chinesa nas redes sociais, a próxima geração de smartphones Realme suportará o padrão de 240 W de carregamento. Esta novidade será introduzida com o Realme GT Neo 5 a chegar no início do ano.

Importa frisar que até ao momento pouco é sabido sobre as caraterísticas técnicas do smartphone, um dos segredos bem guardados da marca até ao momento. No entanto, a marca promete excelentes notícias já no próximo dia 5 de janeiro, com foco na potência.

Atentando assim na escolha de palavras usada pela Realme nas suas recentes publicações na rede social chinesa Weibo, o objetivo será apresentar o padrão de carregamento a 240 W, bem como a tecnologia subjacente.

Gama de smartphones Realme GT Neo 5 inaugurará uma nova era em 2023

Realme

A Realme tornou-se já numa marca de referência no setor de entrada e gama média, com vários produtos a desafiar o status quo da indústria. São, aliás, uma fácil recomendação para quem procura um smartphone qualidade / preço, algo que a própria marca reconhece como um dos seus pontos fortes.

Atualmente o smartphone Realme com carregamento mais veloz é o GT Neo 3 com carga a 150 W com uma bateria de 4 500 mAh e capacidade. É um padrão superior ao telemóvel com carga mais rápida disponível em Portugal, os Xiaomi 12T com carregamento a 120 W de potência.

Realme GT Neo 5Snapdragon 8+ Gen 1240 watt wired chargingSony IMX890 sensor with OIS pic.twitter.com/WUSfX3djXS

— Abhishek Yadav (@yabhishekhd) 28 de dezembro de 2022

A empresa acredita que um carregamento mais veloz será uma vantagem para o utilizador, obrigando-o a passar menos tempo ligado à tomada. Como resultado, teremos mais tempo para desfrutar do nosso quotidiano.

Resta agora saber qual o impacto desta enorme potência de carregamento na vida útil e degradação natural da bateria com o passar do tempo e a contagem dos ciclos de carga. Pormenores que, a 5 de janeiro, ficaremos a conhecer.

Realme 10 4G será um dos próximos smartphones baratos para 2023

Realme 10 4G launching soon in india.6.4" FHD+ 90Hz AMOLED360Hz touch sampling rateHelio G9950+2MP Rear | 16MP front 5,000mAh battery | 33W charging, Type-C portside-mounted fingerprint scannerAndroid 12 OS, 7.95mm thick, 3.5mm jack#Realme #Realme10 pic.twitter.com/BgpLmXH1sd

— Piyush Bhasarkar (@TechKard) 27 de dezembro de 2022

A par dos novos topos de gama, a Realme também disponibilizará o smartphone Realme 10 4G em mais mercados ao longo do próximo ano. Será sobretudo um telefone acessível, devendo custar cerca de 300 euros, possivelmente menos até.

Até ao momento as fugas de informação dão conta de um processador Helio G99 neste Realme 10, com ecrã de 6,4 polegadas Full-HD+ a 90 Hz, tecnologia AMOLED. Terá também uma câmara principal de 50 MP, bateria de 5 000 mAh e porta USB do Tipo C com carga a 33 W.

Por fim, tal como o nome indica, este produto estará limitado às redes móveis 4G LTE, chegando em primeiro lugar à Índia. Não obstante, é provável que também seja lançado em mais mercados como opção de gama média em 2023.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt