Qualcomm lançará novo processador para smartwatches ainda em 2018

Carlos Oliveira
9 Maio, 2018
Qualcomm smartwatches
Novo processador Qualcomm chegará no outono

O mercado dos smartwatches tem vindo a cair constantemente, tal como já te demos conta mais do que uma vez aqui, na 4gnews. As culpas para este cenário podem ser repartidas por vários protagonistas, dos quais não podemos excluir a americana Qualcomm.

Há tempos fiz um artigo no qual expunha o porquê de a gigante dos processadores ter culpa no cartório. De uma forma sucinta, tal deve-se aos seu desatualizado processador Qualcomm Snapdragon Wear 2100.

Vê ainda: 24 Apps gratuitas na Google Play Store para o teu Android

O mesmo foi apresentado ao mundo em fevereiro de 2016 e já aí estava desatualizado. Este SoC é construído tendo por base a litografia 28nm, a mesma utilizado nos processadores topo de gama para smartphones em 2013.

Assim sendo, um processador com uma tecnologia bastante ultrapassada e a falta de inovações sonantes são o misto para o atual estado do mercado dos smartwatches. Contudo, as coisas podem, eventualmente, mudar no outono deste ano.

Qualcomm prepara um novo processador dedicado aos smartwatches

Será mais para o final do presente ano que veremos a Qualcomm desvendar um novo processador para smartwatches. Este será o sucessor do Snapdragon Wear 2100 e promete melhorar vários aspetos técnicos.

Segundo Pankaj Kedia, diretor do departamento wearable da Qualcomm, este novo processador começou a ser desenvolvido após o lançamento do Wear 2100. A empresa norte-americana terá utilizado todos estes anos para observar o mercado e, em especial, as expectativas dos consumidores.

Assim, este novo processador foi desenhado a partir do zero para uma experiência de utilização sem compromissos. São vários os pontos onde a Qualcomm promete melhorias face à atual geração que tem para oferecer às tecnológicas.

Com efeito, a melhoria da autonomia dos smartwatches será um dos pontos fulcrais deste novo processador. Um dado que é muito bem visto em toda a comunidade tecnológica, visto a autonomia ser um dos principais calcanhares de Aquiles deste mercado.

Huawei Watch 2

Podemos ainda destacar um maior foco no fitness com a inclusão de GPS. Este SoC permitirá ainda uma maior independência face ao smartphone com a inclusão de conectividades Bluetooth, Wi-Fi e LTE de fábrica.

Quanto à sua oficialização, como já disse, deverá ocorrer no outono deste ano. Segundo Kedia, este SoC será desvendado conjuntamente com um novo smartwatch de topo para este mercado. Digamos que será o novo guia para o que as marcas devem desenvolver para o mercado wearable.

Estes dados podem ser lidos com entusiasmo face a uma possível melhoria no mercado wearable. Todavia, temos o reverso da moeda e esse será o possível adiamento da apresentação de novos dispositivos para o pós-lançamento deste processador.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Nokia X revela as suas especificações com a passagem pela TENAA

Duplex: Google Assistant a fazer chamadas por ti? Vai ser possível

CTT já permite fazer o desalfandegamento online de encomendas -[dica]

Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.

Mais na 4gnews

Xiaomi Mi Band 4 recebe certificação oficial! Está mesmo a chegar!
Google Chromecast Ultra: Agora temos mais razões para o comprar
Apple AirPods 2 revelados de forma oficial! Chegou o carregamento sem fios
O que esperar do novo Apple iPod Touch
Xiaomi Redmi 1A, a máquina de lavar que queria ver à venda em Portugal
Xiaomi Redmi Airdots são os earphones sem fios por menos de 15€

Artigos que não podes perder

Os 10 melhores telemóveis chineses a ter em atenção em 2018
Descobre 10 produtos Xiaomi que valem a pena comprar
Os smartphones com os melhores processadores - Outubro 2018
Os melhores tablets e como escolher o modelo certo em 2018
Os 15 melhores telemóveis baratos que valem (realmente) a pena em 2018
Onde comprar Xiaomi? As lojas online e físicas com os preços mais baixos