PUBG: Battlegrounds passará a ser um jogo grátis, mas há um senão

Carlos Oliveira
Comentar

Aquele que é considerado como pai do género battle royale está prestes a entrar numa nova fase da sua existência. Quase cinco anos após o seu lançamento, PUBG: Battlegrounds passará a ser um título grátis para jogar.

A novidade foi dada hoje pelo estúdio Krafton, o responsável pelo desenvolvimento do jogo. Será a partir de 12 de janeiro de 2022 que PUBG: Battlegrounds será gratuito para todos os jogadores.

The only thing better than a Chicken Dinner, is a FREE Chicken Dinner with your friend. From January 12th, PUBG: BATTLEGROUNDS embarks on a new journey; Free-to-play! Invite your friends and assemble your own squad! Pre-register now @ https://t.co/zupXYgnrwq pic.twitter.com/tx865jNMBK

— PUBG: BATTLEGROUNDS (@PUBG) 10 de dezembro de 2021

CH KIm, CEO da Krafton, afirma que PUBG: Battlegrounds foi pioneiro no género battle royale e que este é o momento ideal para a transição para a modalidade gratuita. Ademais, ele acredita ser esta a decisão mais acertada para alargar ainda mais o espetro de influência deste título.

PUBG: Battlegrounds passará a ser gratuito, menos o modo competitivo

A partir do início do próximo ano, qualquer jogador pode entrar no mundo de PUBG: Battlegrounds. No entanto, aqueles que comecem a sua aventura neste mundo terão de pagar para poderem aceder ao modo competitivo do jogo.

A Krafton oferecerá o pacote Battlegrounds Plus com o custo único de 13 dólares. Ao adquirir este pacote, os jogadores terão acesso a modos customizados, XP extra, itens de jogo e outros perks. Os que já adquiriram uma cópia do jogo terão acesso a estas regalias sem custos adicionais.

Esta manobra pode ser o reflexo da popularidade de alguns dos concorrentes mais diretos de PUBG: Battlegrounds. Nomes como Call of Duty: Warzone ou Fortnite são os mais populares do género battle royale e ambos são grátis para jogar.

Com o êxodo de muitos jogadores para estas propostas, a Krafton luta para recuperar influência neste mercado. Certamente o estúdio está convencido de que este é o melhor caminho a percorrer para recuperar público.

O reflexo da quebra de popularidade são os números de afluência a PUBG: Battlegrounds. No mês passado, este título teve uma média de 140 mil jogadores ativos em simultâneo, bastante abaixo dos seus principais rivais do género.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.