Piloto de hoverboard a jato despenhou-se a tentar atravessar o Canal da Mancha

António Guimarães
Comentar

O inventor francês Franky Zapata usou recentemente a sua invenção Flyboard Air e tentou voar a distância entre Inglaterra e França em 20 minutos, através do Canal da Mancha. Contudo, quando ia aterrar num barco para reabastecer o combustível, falhou e caiu no oceano. Vê o vídeo do acontecimento.

Zapata ficou bem mas a hoverboard sofreu danos nos circuitos e terá de ser reparada. Apesar do fracasso, Zapata está orgulhoso da sua invenção. A Flyboard Air é uma hoverboard que funciona a jatos de propulsão. Assemelha-se a um drone com base para os pés.

Segundo Zapata, a Flyboard Air consegue atingir alturas até 3 quilómetros e velocidades até 150 quilómetros por hora.

A Flyboard Air demorou 4 anos a ser criada

Zapata terminou de criar a Flyboard Air em 2016, após 4 anos de trabalho e investigação. A hoverboard possui 4 motores no total com 250 cavalos cada, totalizando uma potência de 1000 cavalos. O seguinte vídeo mostra-a a Flyboard Air na sua estréia em 2016.

Adicionalmente, Zapata utilizou o mesmo tipo de tecnologia de estabilização de drones para o seu aparelho. Mesmo assim, Zapata afirma que foi um "pesadelo" criar os algoritmos corretos de estabilização sendo que continua a ser difícil manobrar a hoverboard.

Zapata é um ex-campeão de jet ski com bastante experiência na Flyboard Air. Assim sendo, para quem quiser tentar a Flyboard Air, o inventor recomenda pelo menos 50 horas de experiência na versão aquática.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.