Passado e Futuro: o ano de 2017 para os Galaxy da Samsung

Pedro Henrique

Hoje é a vez de falar sobre a Samsung, a maior fabricante Android. Por força de acontecimentos menos (ou nada) sorridentes para a Samsung, a empresa coreana terá um ano bem árduo para enfrentar. O seu Google e a renascida Nokia (empresa sobre a qual incidirá o artigo de amanhã).

Veremos. A empresa coreana tem estado à altura das adversidades e, de um modo ou de outro, parece conseguir atravessar o deserto mesmo quando isso parecia uma missão impossível. Mal posso esperar!

Talvez queiras ver:

Samsung Galaxy S8: Novas informações dizem que não teremos ecrã “flat”

Galaxy S7 e S7 Edge também receberão “Secure Folders”

Nokia apresenta os seus primeiros telemóveis do período “pós-Microsoft”

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.