Panasonic volta atrás na sua palavra e mantém suporte à Huawei

António Guimarães
Comentar

Durante a semana passada, a japonesa Panasonic enviou uma notificação interna que iria suspendar as transacções com a Huawei e 68 afiliados, após a proibição por parte dos Estados Unidos.

Após análise, verificaram que não estariam a quebrar nenhuma das sanções impostas pelos Estados Unidos. Provavelmente porque as ordem emitidas pelo governo americano referem-se a empresas americanas apenas.

Assim sendo, a fabricante japonesa declarou no seu site chinês que irá continuar a providenciar componentes à Huawei. Isto para acalmar os rumores de que a Panasonic tinha 'abandonado' a Huawei.

"Vamos continuar a providenciar serviços e componentes aos nossos clientes chineses como a Huawei, de acordo com as leis e regulações do país onde estamos localizados. Ao ajudar a China, o nosso negócio no país irá crescer." Segundo a Panasonic, a Huawei sempre foi uma parceira de negócios importante.

A Huawei agradeceu o apoio à Panasonic

A Huawei eventualmente também fez declarações públicas agradecendo à Panasonic o apoio nestes tempos difíceis. No entanto, a fabricante chinesa não reconheceu nenhuma das dificuldades ou proibições e ficou-se por uma mensagem mais génerica.

"Panasonic é uma parceira importante da Huawei onde trabalham juntas em vários campos. Toda a cooperação entre as duas empresas vai manter-se dentro do normal. Obrigado à Panasonic pelo seu apoio consistente. Ao mesmo tempo, queremos também agradecer o apoio de todos os fabricantes que ajudaram o nosso crescimento."

Esta última frase parece referir-se às fabricantes que cortaram laços com a Huawei como a Qualcomm, ARM ou mesmo a Google. O CEO e fundador da empresa já afirmou várias vezes que a Huawei já se estava a preparar para uma eventualidade destas e tem um 'Plano B'.

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.