one-cya
Após a Xiaomi, agora a  vítima das autoridades indianas é  outro fabricante chinês a OnePlus. A empresa foi proibida de vender o seu dispositivo One na Índia, onde está disponível via Amazon local. O tribunal Delhi High Court decidiu aceitar os pedidos do fabricante local Micromax, que alegou a ilegitimidade da presença nas costas do OnePlus One do logótipo da Cyanogen, com o qual o mesmo fabricante tem uma parceria em exclusivo na Índia. O tribunal Delhi High Court decidiu aceitar os pedidos do fabricante local Micromax, que alegou a ilegitimidade da presença nas costas do OnePlus One do logótipo da Cyanogen, com o qual o mesmo fabricante tem uma parceria em exclusivo na Índia.

A Micromax revelou que tinha concretizado uma parceria com a Cyanogen, onde visava o lançamento de uma série de dispositivos que rodam a custom ROM CyanogenMod. A série, chamada de Yu, está prevista ser revelada durante as próximas horas  num evento em Nova Delhi.

Por seu lado a OnePlus alegou que tinha entrado em acordo com a Cyanogen em Fevereiro deste ano, onde possibilitava o uso da marca e software da Cyanogen no mercado global, excepto no continente chinês. Afirmando também que a Cyanogen só informou sobre a rescisão do contrato, quinze dias antes do seu lançamento na Índia.
Como resultado, temos a Micromax com uma licença exclusiva para o Sul da Ásia, e a OnePlus com uma licença não exclusiva para todo o mercado global, excepto a China. Por sua vez a Cyanogen esclareceu que o acordo com a Micromax substitui todos os outros.

   

Talvez queiras ver:

Queremos saber a tua opinião sobre este assunto por isso fica livre de comentar abaixo. Clica aqui para saberes como ajudar a 4GNews!

Nós e os nossos meios de comunicação!

Façam-nos crescer com a vossa participação, nas nossas publicações do site e redes sociais. Partilhem e comentem, ajudem a crescer a tecnologia falada em português e com este espírito de equipe.