Aziz Ansari: Personagem principal de Master of None
Aziz Ansari: Personagem principal de Master of None

É impossível deixar passar em branco a estreia da segunda temporada, exclusiva Netflix, Master of None. A série que estreou no último dia 12 de Maio, tem dez episódios com uma duração de 30 minutos cada. Na primeira temporada, assistir a cada episódio fazia-nos aproximar da nossa realidade de uma maneira divertida que nos prendia ao pequeno ecrã.

Master of None conta-nos a história de Dev Shah (papel interpretado por Aziz Ansari) e as suas aventuras num quotidiano muito diferente daquele em que cresceu. Dev vai para Nova York para enveredar pela carreira de actor, mas pelo meio conta com muitas peripécias que ao mesmo tempo têm tanto de imprevistas como deliciosamente engraçadas.

Vê ainda: O mistério de Twin Peaks continua na terceira temporada!

   

Master of None é rica pelo seu humor e porque coloca no meio de tantos assuntos sérios esse humor, entre todas as contingências que vão surgindo, assistimos a cenas com temas bastante actuais e muitas vezes, polémicos, por exemplo, a homofobia, traição ou o preconceito racial, mas também porque as coisas mais simples da vida são as mais apreciadas.

” Master of None é rica pelo seu humor”

Na verdade, quando há uma série como de Master of None, que nos encanta a cada episódio, aguardar pela próxima temporada deixa-nos sempre aquela dúvida se nos iremos desiludir ou não… É certo que um comediante de sucesso como Aziz não vai querer deixar esta série por menos.

Tal como na primeira série, o também actor escreveu, co-produziu e encenou esta segunda temporada. Portanto espera-se que sejam mais cenas ricas em humor e momentos de situações algo constrangedoras mas claro, muito engraçadas.

Master of None, foi vencedora do Emmy de melhor comédia, o que acabou por lhe dar o reconhecimento merecido e a configura para uma das melhores dos últimos tempos, dentro do género.

Esta série também se destacou por envolver um catálogo de músicas ( Father John Misty, Johnny Cash ou Depeche Mode por exemplo) variado, e as próprias canções, serem incluídas de modo a fazerem parte da dinâmica da história.

Outros assuntos relevantes:

My Friend Dahmer: o filme sobre o famoso assassino Jeffery Dahmer

Behind the Eyes: talvez o episódio mais completo de Prison Break

Game of Thrones já tem trailer oficial para a sétima temporada

Sempre gostei da forma como uma história se pode transformar no grande ecrã! Desde que me lembro, sempre fui uma apaixonada por cinema, e procuro também fazer da minha vida um filme apaixonante!