O futuro dos smartphones está nas mãos da Samsung e dos seus ecrãs flexíveis

Rui Bacelar

2015-10-27-image-26Ano após ano, a evolução nos smartphones e dispositivos móveis tem passado pelo aumento da sua potência, com processadores mais poderosos, pelo aumento dos GB's de RAM e pelos MP's da câmara e pela melhoria da qualidade de construção graças ao uso de materiais mais "premium" como o metal e o vidro. No entanto, não deixam de ser rectângulos rígidos, sendo os LG G Flex uma das únicas, e pouco sucedidas, excepções.

Este "status quo" poderá alterar-se num futuro não muito distante, graças à pesquisa e trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por marcas como a LG e Samsung. Não é propriamente uma novidade que ambas as construtoras têm vindo a criar ecrãs flexíveis. Com efeito, a Samsung acabou de registar uma nova patente para este tipo de ecrãs flexíveis que nos dá um vislumbre do futuro.

bateria-flexivel-samsung

A mais recente patente da Samsung mostra-nos um smartphone flexível ou pelo menos um smartphone com ecrã flexível, um produto em avançado estado de desenvolvimento. O design e a natureza deste equipamento parece bastante complexa, com engrenagens e uma multiplicidade de peças que só uma genial equipa de engenheiros poderiam conceber.

Vê também: Apple quer levar o Apple Pay para as nossas compras online

Podem observar os esquemas destas patentes para equipamentos com ecrãs flexíveis que, apesar desta inovação, mantêm um aspecto familiar. Equipados com os típicos botões de ajuste do volume, botão On/Off e câmara fotográfica no local do costume. Sendo o botão físico "home" a ausência mais notória.

Para já não existem sequer rumores sobre uma possível data de apresentação para estes smartphones e equipamentos com ecrãs flexíveis. No entanto, a existência destas patentes é a prova de que a Samsung, no seu "Project Valley" está a levar muito a sério o desenvolvimento desta tecnologia.

Talvez queiras ver:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.