Novo Qualcomm Snapdragon 690 dará uma nova vida aos smartphones baratos!

Filipe Alves
1 comentário

A Qualcomm revelou de forma oficial o novo Qualcomm Snapdragon 690. Este novo chip é destinado aos smartphones mais baratos, porém, oferecerá características que só nem todos conseguem oferecer até ao momento.

Este novo chip é a forte aposta da Qualcomm na democratização da tecnologia 5G. O processador chega acompanhado com o chip Qualcomm X51 que nos dá a possibilidade de ter conectividade 5G em smartphones mais em conta.

O que mais nos oferece o novo processador Qualcomm Snapdragon 690

Qualcomm Snapdragon 690 smartphones android

  • 20% mais eficiente que o antecessor, Snapdragon 675
  • Suporta módulos de câmara até 192MP
  • Processador de 8 cores - 2 a correr 2.20GHz e 6 a correr 1.77GHz
  • Suporta ecrãs de 120Hz a FullHD+
  • Quick Charge 4+,
  • Wi-Fi 6,
  • Bluetooth 5.1

Em síntese, estes números significam que os terminais de gama média ganharão uma nova vida com este novo processador. Não só nos dá o tal 5G que já falamos anteriormente, como também dá a possibilidade às fabricantes de trazerem um smartphone com um super ecrã ou uma câmara do outro mundo por um preço competitivo.

Qual será o preço dos smartphones Android com este chip

Espera-se que o processador venha a embarcar em smartphones com valores a rondar os 300€ a 500€. Ainda não há confirmação das marcas que o utilizarão, porém, olhando para o mercado como ele é, podemos dizer que a Xiaomi, Nokia, LG, Motorola, TCL e Realme serão prováveis.

Este é provavelmente um dos processadores mais importantes dos últimos tempos. Não é tão potente quanto o Snapdragon 865 ou mesmo a gama 7xx, porém, é um novo chip que ajudará a que os terminais de preço mais competitivo tenham mais argumentos.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.