Novo iPad Pro é oficial: chegada silenciosa traz novo chip e preços elevados

Mónica Marques
Comentar

A Apple acaba de disponibilizar no mercado o novo modelo iPad Pro que teve uma entrada silenciosa, sem direito a holofotes, Tim Cook e um evento com transmissão global.

A nova versão avançada do tablet chega com o novo processador M2 e com suporte para comunicações 5G e Wi-Fi6E, confirmando todos os rumores que se fizeram ouvir nos últimos dias. Mas traz também preços que não são amigos de todas as carteiras.

Chegada discreta do novo iPad Pro confirma todos os rumores avançados sobre as suas especificações

Apple iPad Pro
Crédito@Apple

Desde há algum tempo que os rumores indicavam que a Apple ia lançar novos equipamentos durante o mês de outubro e que iria fazê-lo de uma forma discreta e silenciosa. E concretizaram-se as profecias. O novo iPad Pro acaba de ser lançado no mercado com disponibilidade prevista a partir do próximo dia 26 de outubro.

A nova vedeta da linha tablets chega com algumas novidades, mas sem direito à pompa e circunstância que a Apple já mostrou saber ter em outras ocasiões.

E a grande novidade é… a integração do novo processador M2! De acordo com a marca o M2 está equipado com uma CPU de oito núcleos, aumentando a velocidade em cerca de 15%, face ao chip anterior. Já a GPU de 10 núcleos oferece também um desempenho gráfico mais rápido na ordem dos 35%.

O novo processador M2 também permite que, a partir de agora, os criadores de conteúdos captem, editem e publiquem vídeos com qualidade cinematográfica com o novo tablet. Tudo graças à combinação de esforços do novo chip, com o mecanismo de media e também com o processador de sinal de imagem.

Ecrã Retina com retroiluminação LED

O novo modelo avançado do iPad está disponível em dois tamanhos, com 11 e 12,9 polegadas. Mas existem algumas diferenças que podem fazer toda a diferença. Ora, o painel maior conta com retroiluminação mini LED, tecnologia Liquid Retina XDR, IPS, ProMotion, uma resolução de 2732x2048 pixéis e uma luminosidade XDR máxima de 1000 nits.

O iPad Pro de 11 polegadas está basicamente um patamar abaixo. Conta com retoiluminação LED, tecnologia IPS, ProMotion, uma luminosidade SDR máxima de 600 nits e uma resolução de 2388x1668 pixéis.

Ambos os ecrãs fornecem também compatibilidade com Apple Pencil.

Sensores traseiros e frontais têm truques na manga

Apple iPad Pro
Crédito@Apple

Quanto à parte ótica, comecemos pela câmara frontal ultra grande angular de 12 megapixéis incluída. Este sensor fornece um campo de visão de 122 graus e o recurso enquadramento central que permite melhor qualidade nas selfies, assim como nos vídeos para as redes sociais. A câmara TrueDepth permite ainda desbloquear o iPad Pro através do Face ID.

Mas o grande truque é mesmo o enquadramento central. Tudo porque, através de um processo de machine learning, a câmara aprende a adaptar-se a qualquer enquadramento numa videochamada. Mais: aumenta ou diminui o zoom nos momentos chave em que outras pessoas se juntam ou abandonam a chamada. Melhor: funciona com FaceTime, mas também com outras aplicações de videoconferência.

Já no painel traseiro estão os sensores grande angular e ultra grande angular com 12 e 10 megapixéis, respetivamente. Aqui, o truque está num ISP mais potente do processador M2, compatível com HDR 4, o que permite captar fotos mais realistas e detalhadas.

Destaque ainda para a capacidade de gravação 4K a 60 frames por segundo que o sensor grande angular fornece.

De resto, o novo iPad Pro conta com suporte para comunicações 5G e com Wi-Fi6E que, de acordo com a Apple, permite uma velocidade até 2x mais rápida na transferência de dados que a geração anterior.

Preços elevados e disponibilidade dos modelos iPad Pro

Tal como já referimos, a partir de agora, é possível encomendar um dos novos modelos do iPad Pro, sendo que a partir do próximo dia 26 de outubro, os utilizadores começam a receber os equipamentos.

Agora vamos aos preços… elevados, por sinal.

iPad Pro 11 polegadas

  • 128 GB – 1.079 euros (Wi-Fi); 1.279 euros (Wi-Fi+5G)
  • 256 GB – 1.209 euros (Wi-Fi); 1.409 euros (Wi-Fi+5G)
  • 512 GB – 1.459 euros (Wi-Fi); 1.659 euros (Wi-Fi+5G)
  • 1 TB – 1.959 euros (Wi-Fi); 2.159 euros (Wi-Fi+5G)
  • 2 TB – 2.459 euros (Wi-Fi); 2.659 euros (Wi-Fi+5G)

iPad Pro 12,9 polegadas

  • 128 GB – 1.479 euros (Wi-Fi); 1.679 euros (Wi-Fi+5G)
  • 256 GB – 1.609 euros (Wi-Fi); 1.809 euros (Wi-Fi+5G)
  • 512 GB – 1.859 euros (Wi-Fi); 2.059 euros (Wi-Fi+5G)
  • 1 TB – 2.359 euros (Wi-Fi); 2.554 euros (Wi-Fi+5G)
  • 2 TB – 2.859 euros (Wi-Fi); 3.054 euros (Wi-Fi+5G)

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt