android-virus-malware“Android” e “Malware”, duas palavras que ultimamente têm sido utilizadas com demasiada frequência na mesma frase. Mas infelizmente essa é a realidade!

Eu lembro-me perfeitamente quando alguns vírus para PC obrigavam a uma formatação completa do sistema. Mas pensava que esses dias tinham ficado para trás, bem fechados naquela gaveta da bagunça que todos temos algures nas nossas casas. No entanto, de acordo com uma equipa de pesquisadores da Lookout, uma nova variante de malware para Android está a gerar o pânico com a gravidade das suas ações.

Segundo a equipa de investigação da Lookout (fonte), esta nova estirpe de malware mascara-se como uma inofensiva aplicação para Android, imitando especialmente várias aplicações populares, assumindo o comportamento de um Cavalo de Troia para conquistar a nossa confiança e ser instalada pelo utilizador insuspeito.Android Malware

   

Foram detetados mais de 20 mil Cavalos de TrOia, que se fazem passar por aplicações populares como o Candy Chrush, Facebook,  Twitter, WhatsApp, etc.

Caso tenhas o infortúnio de instalar alguma destas aplicações com malware disfarçado, o cenário é grave e o prognóstico muito reservado. Quanto presente no teu dispositivo Android, este malware vai-se enterrar bem fundo no sistema operativo do equipamento graças às permissões de root que esta aplicação vai gerar para si. Digamos que se auto-intitula de super-user e entra sem ser convidada na raiz do sistema operativo.

Perante este cenário, remover o malware torna-se incrivelmente complicado e difícil, uma vez que este já se misturou com a raiz do sistema e, a menos que estejas disposto a modificar cuidadosamente os ficheiros do sistema através da ADB, será mais fácil ir a uma loja e comprar um novo equipamento ou enviá-lo para o serviço de reparação ou garantia para que lhe voltem a instalar todo o sistema operativo. Um reset de fábrica não adiantará de nada!

Estes Cavalos de Troia estão alojados em algumas aplicações que não passam de meras “cascas” ou veículos para o malware, estando também presentes em aplicações funcionais que trazem um pequeno mas perigoso extra.

Esta nova variante de malware utiliza os “buracos de segurança” que nós aproveitamos para conseguir fazer root aos nossos equipamentos. Portanto, enquanto continuarem a existir maneiras de conceder permissões root aos nossos terminais este flagelo perdurará e a única solução, ou melhor, precaução, é utilizar sempre a Google Play Store e verificar sempre quais são as fontes e os desenvolvedores das aplicações.

Talvez queiras ver:

😉

Viaarstechnica
FonteLookout

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).