Nextbit Robin vem para fazer esquecer a falta de espaço no teu smartphone

Carlos Oliveira

A chegada dos smartphones trouxeram um mundo totalmente novo ao nosso bolso. Num pequeno aparelho conseguimos armazenar todo o tipo de informações que queiramos, desde os nossos emails até às músicas que ouvimos no dia-a-dia. Mas para tal é obviamente necessário espaço de armazenamento, algo que hoje em dia começa a escassear dada a quantidade de dados que temos ao nosso dispor.

Mas além do espaço de armazenamento incluído no teu smartphone, muitos modelos possibilitam ainda a opção de acrescentar um cartão microSD. Com este pequeno acessório é possível acrescentar em até 128GB a memória disponível, mas ainda assim é imposto um limite para os nossos dados. Mas e se as preocupações em torno do espaço disponível acabassem? Era bom não era? Então digo-te que já existe uma solução para esse problema.

Hoje apresento-te o Nextbit Robin, um smartphone que funciona quase todo ele à base da cloud e que acaba assim com as preocupações em torno da memória disponível no equipamento. Este novo smartphone foi inicialmente submetido a um processo de crowdfunding e que tem já as primeiras 1000 unidades prontas para distribuição.

Ora como já referi anteriormente, este Nextbit Robin tem um funcionamento muito interligado com um serviço de armazenamento na cloud. Ele tem a capacidade de duplicar na cloud tudo o que encontrar na sua memória interna. E quando digo tudo estou a dizê-lo em consciência, desde as suas aplicações até à multimédia.

O equipamento vem de fábrica com um modulo de memória de 32GB, mas oferece-te ainda 100GB adicionais na cloud. Assim que os 32GB físicos se encontrem lotados, o equipamento apaga dados automaticamente, mas como tudo é duplicado na cloud nunca correrás o risco de perder o quer que seja. Convém salientar que todo este processo é feito automaticamente sem a intervenção do utilizador.

Tudo isto parece ser muito interessante, mas o que alimentará todas estas funcionalidades? Ora este Nextbit Robin possui um processador Snapdragon 808, ecrã 5.5 polegadas Full HD, 3GB de RAM, câmara principal de 13MP e uma câmara frontal de 5MP.

Ele é ainda portador de uma porta de entrada de dados USB Type-C, Wi-Fi, Bluetooth, NFC, GPS, sensor de impressão digital, duas colunas frontais stereo e uma bateria de 2680 mAh.

Como referi no inicio do artigo, a empresa responsável pelo desenvolvimento deste equipamento tem já 1000 unidades disponíveis para distribuição. Estas 1000 unidades serão então enviadas para os primeiros utilizadores que suportaram o projeto a partir do dia 16 de fevereiro.

Mas se estás interessado neste smartphone, ficarás agradado em saber que as pré-reservas estão também disponíveis no site oficial do smartphone com um custo unitário de $399.

Talvez queiras ver:

  • Pré-vendas dos Oculus Rift começam nos 550€
  • LeTv Le Max Pro: O primeiro smartphone com Snapdragon 820
  • Mais detalhes do Oppo F1, o tal gama-média com câmara de topo
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.