Netflix: funcionalidade da TV chega aos smartphones Android

Bruno Coelho
Comentar

Se usas a aplicação da Netflix numa Smart TV (ou experiência semelhante), sabes que foi recentemente adicionado o botão de reprodução aleatória assim que entras no serviço. Este pretende ser um auxílio naqueles dias em que não te apetece pesquisar e basicamente ter de decidir o que ver a seguir.

Netflix já está a testar botão de reprodução aleatória no Android

Agora, revela a plataforma de streaming mais popular do mundo, a mesma funcionalidade já está a ser testada em smartphones Android a nível global. E já podemos ver como é o seu aspeto.

Netflix testa reprodução aleatória no Android. Via: Engadget

Caso sejas parte do testes, vais ver o botão em forma de pop-up, como é possível visualizar nos exemplos. Até que ponto vais dar uso a esta funcionalidade, essa já é outra questão a ter em conta.

Por um lado, existe conteúdo a chegar à Netflix a uma velocidade praticamente impossível de acompanhar pela maioria dos utilizadores. E naqueles dias em que simplesmente se quer apenas ver algo, esta função pode dar jeito.

No entanto, estamos apenas a confiar que o algoritmo nos vai levar a ver algo que supostamente vamos gostar. E se tal tiver sucesso, certamente que vamos querer repetir a experiência. E o contrário também se aplica.

Como sempre, esta é uma funcionalidade que chega primeiro apenas a alguns utilizadores. Deves ter em conta que apenas alguns utilizadores Android têm acesso ao novo botão, devendo chegar a mais durante os próximos tempos.

A Netflix deve assim avaliar a viabilidade da introdução desta novidade para todos. Em breve saberemos se no futuro estará em todos os equipamentos mobile.

Editores 4gnews recomendam:

  • Netflix: 8 filmes de animé que te vão deixar agarrado ao ecrã
  • Netflix vai mesmo aventurar-se no mundo dos videojogos
  • HBO Portugal “rouba” direitos de série popular à Netflix
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.