Nem os EUA param a Huawei! Venda de smartphones sobem substancialmente

Filipe Alves
Comentar

Todos acreditavam que a "guerra comercial" dos Estados Unidos da América (EUA) com a Huawei fosse, de alguma forma, afetar seriamente os lucros da empresa chinesa. Esta "guerra comercial" entre os EUA é mais concretamente com a China e já perdura há algum tempo. A Huawei, sendo ela chinesa, foi uma das empresas mais afetadas.

Contudo, por muito que tenha afetado, parece que não impediu que a empresa chinesa continuasse a crescer. De acordo com o relatório de contas, a Huawei vendeu mais 20% dos smartphones do que no ano passado pela mesma altura.

Huawei P30 Pro

Huawei cresce cada vez mais

O relatório apontou que a segunda maior fabricante do mundo de smartphones vendeu até ao momento 118 milhões de smartphones na primeira metade de 2019. Se os números continuarem assim, a marca vai ultrapassar os 200 milhões de equipamentos anuais e acabará por bater mais um recorde pessoal.

Este elevado número de vendas fez com que a Huawei tivesse uma entrada de mais de 30 mil milhões de dólares na sua conta bancária.

Mas as boas notícias não acabam aqui

Uma das outras preocupações dos EUA face a Huawei eram as suas infraestruturas. Os EUA receavam espionagem do governo chinês neste setor e foi uma acusação que abalou seriamente a reputação da marca.

Ainda assim, a Huawei conseguiu mais de 20 mil milhões de receita no setor. Mais uma vez, à frente de qualquer outra concorrente. Lembro que a Huawei é neste momento a principal responsável de implementação de 5G em vários países do mundo. Incluindo Portugal.

Quanto custou à Huawei esta acusação dos EUA

O executivo da Huawei, Ren Zhengfei, acredita que este problema entre o governo americano e a Huawei custou à empresa mais de 30 mil milhões de dólares em receitas no prazo de dois anos.

Ou seja, se mesmo com todos estes problemas a Huawei continuou a crescer, dá para imaginar qual seria o salto da marca asiática este ano se tal não tivesse acontecido?

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.