Misterioso smartphone Huawei com Kirin 990 passa pela Geekbench

Carlos Oliveira
Comentar

O Kirin 990 é o mais recente processador topo de gama da Huawei e está já prometido para os novos Huawei Mate 30, Mate 30 Pro e Honor V30. Assim sendo, é provável que seja um destes equipamentos aquele que levou este processador até à plataforma Geekbench,

Um smartphone da Huawei de nome desconhecido apareceu nesta conhecida plataforma de testes de performance. Um acontecimento que, uma vez mais, nos demonstra o poder de processamento inerente a este novo SoC da chinesa.

Huawei

Com uma pontuação de 3842 em single-core e 11644 em multi-core, este misterioso modelo é já um dos mais potentes da plataforma Geekbench. Em boa verdade, este resultado ultrapassa mesmo o OnePlus 7 Pro e o por anunciar Vivo NEX 3.

Modelo em causa chegará com 8GB de RAM e Android 10

A mesma listagem dá-nos outras pistas sobre o smartphone em causa. Ficamos a saber que o equipamento usado para o efeito conta com 8GB de RAM e Android 10.

A presença da mais recente versão do sistema operativo da Google mostra-nos que o modelo aqui em causa ainda não foi anunciado. Os novos Huawei Mate 30 deverão chegar com Android 10, porém, sem os serviços da Google.

Além do mais, estes serão os próximos topos de gama que a empresa chinesa irá oficializar e a sua passagem por esta plataforma será um dos últimos passos a tomar antes da sua revelação.

Quais as vantagens do Kirin 990

O Kirin 990 é o mais recente processador de topo da autoria da Huawei. Como já referido, será o motor dos Huawei Mate 30, do Honor V30 e ainda dos Huawei P40 a apresentar no início do próximo ano.

De acordo com os dados da tecnológica, este processador é 10% mais poderoso que o seu Snapdragon 855. Adicionalmente, conta com a mesma eficiência energética do Kirin 980, apesar de dos oferecer mais potência.

Outra das vantagens deste Kirin 990 é o seu modem integrado para redes 5G. Isso representa a dispensa de um modem dedicado para essa conectividade, o que resulta em menor espaço físico ocupado dentro do smartphone, logo menor espessura do equipamento.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.